Um estranho objeto possivelmente artificial aparece entre as amostras trazidas do asteroide Ryugu

 
 
Algo cuja origem nada tem de natural está entre as amostras do asteroide Ryugu trazido à Terra em uma cápsula da missão Hayabusa 2, no início de dezembro. Do que se trata?
 
“Ainda não confirmamos a origem do objeto artificial (人工 物). Foi utilizado um projétil durante a coleta das amostras e é possível que se trate de alumínio (...) ”, lê o Twitter da sonda japonesa.
 
O objeto em questão apareceu em um contêiner com amostras obtidas na segunda operação de coleta da missão, em julho de 2019, para a qual foi utilizado um projétil.
 
 
Duas superfícies diferentes
 
As amostras que as autoridades espaciais japonesas descreveram têm o tamanho de 1 centímetro (0,4 polegadas) e são duras como uma rocha, não quebrando quando coletadas ou despejadas em outro contêiner. 
 
 
A espaçonave Hayabusa 2 obteve os dois conjuntos de amostras no ano passado de dois locais no asteróide Ryugu, a mais de 300 milhões de quilômetros da Terra. Ele os jogou do espaço em um alvo no interior da Austrália, e as amostras foram trazidas para o Japão no início de dezembro.
 
Os cientistas esperam que as amostras forneçam informações sobre as origens do sistema solar e da vida na Terra. Após estudos no Japão, algumas das amostras serão compartilhadas com a NASA e outras agências espaciais internacionais para pesquisas adicionais.