UFOs sobrevoam Força Aérea Brasileira

 
 
Força Aérea Brasileira de Santos \ 1994: 
 
Em 1994, o Brasil recebeu denuncias e mais denuncias de varias aparições de OVNIs sobre uma base militar (Força Aérea Brasileira de Santos). O local foi palco de varias observações estranhas, e até hoje as testemunhas lembram das experiências que mudaram suas vidas para sempre.
 
Sidney e Silas eram recrutas, e durante suas rondas noturnas pela base, eles observaram alguns fenômenos inexplicáveis!!
 
Em uma noite de verão de 1994, Sidnei da Costa Silva estava dentro da base militar fazendo sua ronda noturna. Conhecedor de vários tipos de aeronaves de todos os modelos, dificilmente ele iria ver algo que não conseguiria explicar no céu.
 
Durante sua ronda, mais ou menos durante a meia noite, em uma área restrita, Sidnei protegia o lugar onde aviões valiosos eram guardados. Ele tinha que ter bastante atenção durante seu trabalho a qualquer coisa fora do normal, para que nada acontecesse com as aeronaves que estavam ali.
 
No entento, mal sabia ele o perigo que estava prestes a correr naquela noite.. Sidnei da a volta na área em que fazia a vigília, e nesse momento ele olha para o céu, e nisso avista uma estranha luz avermelhada que vinha de longe. 
 
A aparição da luz o deixou em alerta, já que ele estava ali para cuidar do hangar, e a luz poderia ser uma verdadeira ameaça ao local. 
 
 
 
Durante a aproximação da luz, Sidnei acreditava que poderia se tratar de um avião ou um helicoptero, mas quanto mais a nava se aproximava, menos aquele objeto se parecia com um avião. 
 
Ao concluir que o objeto não se assemelhava com nada que conhecia, ele parou e ficou observando sua aproximação. O "ÓVNI" parou em cima da serra do mar, e começou a descer; durante sua descida as luzes que o objeto emanava começaram a diminuir.  
 
Algo ainda mais incrível aconteceu em seguida, a nave que estava a poucos metros da terra firme solta uma especie de raio no chão, em formato de cone, com a ponta para cima. A nave começou a emitir uma incrivel quantidade de luz após o aparecimento desse raio, ficando durante um minuto e quinze na quela mesma intensidade. 
 
Sidnei devia garantir que não se tratava de uma nave espiã, voando perigosamente perto da base militar... Mas isso o deixava diante uma situação ainda mais perigosa: enfrentar um objeto voador não identificação sem conhecer suas verdadeiras intenções.
 
Após um minuto e meio o raio de luz que o objeto emanava apagou, e após isso o estranho objeto subiu e sumiu no céu. Sidnei desconfiado, e abalado ficou olhando o céu, tentando entender o que tinha acabado de presenciar... 
 
Apesar de assustado Sidnei percebeu que presenciou algo incrível, que poucas pessoas tem o privilégio de ver em suas vidas. Mas essa não seria a primeira, e nem a ultima vez que as rondas na base colocariam a prova o temperamento de seus soldados. 
 
O recruta Silas foi outra testemunha de manifestações inquietantes, cuja as intenções e origem são desconhecidas, pelo menos para a maioria da população. Silas Cabral de Lima era soldado da aeronáutica em 1994, e durante os vários testes de treinamento para se tornar um soldado dentro das instalações da aeronáutica, ele fazia a vigília noturna no batalhão da infantaria. 
 
Silas foi até a sacada das instalações, e ficou de frente para o porto de Santos, para iniciar seu plantão noturno. Mas enquanto observava a serra, ele avistou uma luz vindo do planalto, que vinha se aproximando cada vez mais.
 
Silas percebeu que havia algo estranho nessa luz, e ficou preparado para o que quer que fosse aquilo, mas mal sabia ele que a noite só estava começando. Enquanto uma luz se aproximava, outra luz atrás da primeira também estava vindo... Cada vez mais perto, as duas luzes começaram a ficar cada vez maiores, e nisso uma terceira luz também surgiu, uma atrás da outra. 
 
Fascinado com o que estava vendo, Silas descreve as cores daqueles óvnis como a primeira sendo vermelha, a segunda verde, e a terceira amarela ou branca. Ele notou que estava diante de algo inacreditavel, e começou a ficar cada vez mais preocupado, tentando entender se o que estava vendo era verdade. E com a primeira e a segunda luz se aproximando perigosamente, Silas começou a se desesperar com o evento. 
 
Assustado ele resolveu acordar um dos militares que estava dormindo, para presenciar o que ele havia visto. Ao chegar lá o soldado que havia acabado de acordar se surpreendeu ao ver as misteriosas luzes no céu. 
 
 As esferas de luz haviam se alinhado uma do lado da outra, e ficaram paradas nessa posição. Até que os óvnis se uniram em um único objeto.  
 
 
 
Com a aproximação deles Silas pode descreve-los melhor, sendo o centro desses objetos escuro como a noite, e apenas ao seu redor que era iluminado. Após umas nuvens cobrirem o objeto, Silas e o outro soldado perderam eles de vista, e após a passagem das nuvens o objeto já tinha desaparecido por completo.  
 
Mas o que poderiam ser realmente esses objetos que apareciam na base de Santos... Seriam naves extraterrestres, tecnologia militar, ou algum outro fenômeno que não conhecemos ainda?!