O assombroso contato imediato da Fazenda Edwin

"Não emitiam nenhuma luz, não faziam nenhum barulho alto. Não existe nenhum mecanismo de propulsão tão silencioso assim (...) Aquilo até parecia uma operação militar."

30 \  Setembro \ 1974
 
 
 
Edwin Fuhr era um fazendeiro de Saskatoon, e no dia 30 de setembro ele iniciou suas atividades na fazenda bem cedo. Logo pela manhã ele se dirigiu ao celeiro, onde guardava seu trator, para iniciar suas atividades rotineiras. No entanto, ao entrar no celeiro, ele se deparou com uma brincadeira.. Uma cabeça falsa no acento de seu trator feita pelo vizinho que também era seu amigo. 
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Edwin Fuhr era um típico fazendeiro, e fazendeiros sempre se conhecem bem. São sempre amigos e sempre se ajudam. Ele e o vizinho sempre pregavam peças um com o outro, não era algo incomum de acontecer. 
 
Edwin preparava seu trator para iniciar o trabalho quando sua esposa chegou ao celeiro e o chamou para ir a igreja. No entanto, nesse dia ele preferiu não ir, deixando sua esposa ir sozinha de carro. 
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Edwin preferiu no dia não ir e adiantar a colheita.
 
Edwin, conduzindo seu trator, saiu do celeiro para iniciar seu trabalho no campo. A fazenda estava encoberta com uma espessa neblina que dificultava um pouco seu trabalho.
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Eu tive a oportunidade de conversar com Edwin algumas vezes e achei ele uma pessoa bem simpática e direta.
 
Por causa da pouca visibilidade, ele, em determinado momento, acabou atolando o trator em um buraco na terra. Mas, após algum tempo tentando resolver esse problema, ele começou a observar algo brilhando em meio a região pantanosa.
 
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Ele notou um objeto não muito longe dos arredores da fazenda. Algo brilhando por causa luz do sol.
 
Robert Powell (MUFON): A primeira coisa que ele pensou foi que era o vizinho que gostava de pregar peças nele, e que era só mais uma brincadeira. Com isso em mente ele se aproximou ainda mais do misterioso brilho.
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Mas quando se aproximou ele viu um misterioso objeto girando a toda velocidade. Ele descreveu aquela coisa como um objeto metálico. O material parecia metal escovado. Era bem liso sem muitas irregularidades e estava girando no ar. Isso deixou ele bem confuso porque com certeza não era nenhum objeto camuflado nem nada que ele conhecesse. Ele conta que viu uma espécie de cano ou haste saindo do objeto e se ligando ao lago.
 
 
 
Robert Powell (MUFON): Era um tipo de sonda saindo do objeto, basicamente parecia que estava examinando a área pantanosa ao redor. Ele estava completamente confuso, sem saber o que fazer ou como agir. Foi nesse momento que ele se deu conta que estava sozinho, não tinha ninguém por perto (já que sua esposa havia saído com o carro), ele estava completamente isolado. Nesse momento começou a ficar com medo, nervoso. Ele correu o máximo que pode e subiu no trator mas não conseguiu ligar, ele girava a chave mas absolutamente nada acontecia. Ele não sabia o que estava acontecendo. Será que era por causa do objeto ou era o medo da situação? 
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): É bem curioso, em alguns casos os OVNIs entram em contato com a aguá, ou então tem um reservatório ou algo do tipo que parece que atrai o OVNI. 
 
O objeto que estava pairando sobre a água em um determinado momento levanta voo, e nesse momento Edwin vê uma cena ainda mais assustadora.
 
Robert Powell (MUFON): Ele viu mais quatro objetos iguais, todos girando em alta velocidade. 
 
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Ver 5 OVNIs de uma vez só é muito impressionante. Os objeto pareciam bolas cortadas no meio.
 
Robert Powell (MUFON): Tinham cerca de 1 metro e meio de altura, 3 metros e meio de diâmetro. 
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Não emitiam nenhuma luz, não faziam nenhum barulho alto. Não existe nenhum mecanismo de propulsão tão silencioso assim... Esse caso é muito interessante porque aconteceu durante o dia e os objetos ainda estavam bem perto. De repente um dos OVNIs subiu depois de liberar um espécie de gás ou fumaça. 
 
Robert Powell (MUFON): Os 4 outros objetos restantes começaram a vibrar, em seguida subiram bem rápido da mesma forma que o primeiro.
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Aquilo até parecia uma operação militar.
 
Robert Powell (MUFON): Os 5 objetos estavam a uns 60 metros de altura. E ficaram parados lá no alto durante um ou dois minutos. E claro que Edwin ficou parado impressionado com o que estava vendo. De repente todos os objetos desapareceram em questão de segundos. Ele não sabia o que era aquilo, ele não sabia o que penar. Pela descrição não eram drones. Esse episódio aconteceu nos anos 70 e naquela época não existia nenhum tipo de drone que pudesse explicar aqueles objetos. 
 
De repente Edwin viu algo bastante assombroso mais a frente nas plantações..
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): Edwin foi caminhando até a área que os objetos tinham sobrevoado. Ele viu que a plantação estava amaçada e revolvida. 
 
Robert Powell (MUFON): Quase todas as áreas que ele viu tinham o mesmo tamanho e diâmetro. Se tivesse sido um tipo de aeronave comum que conhecemos, teria que ter a força de propulsão de um foguete e as plantas embaixo teriam sido carbonizadas.
 
 
 
Chris Rutkowski (Astrônomo, Autor UFO): O mais interessante nesse caso é que pode ter sido o primeiro exemplo do que conhecemos como círculos nas plantações.
 
Robert Powell (MUFON): Na maioria dos casos o fazendeiro acorda de manhã e se depara com círculos elaborados nas plantações. Nesse caso temos uma testemunha que fica cara a cara com os OVNIs enquanto os círculos estão sendo feitos. 
 
Conclusão final
 
*Os círculos se tornam importantes na investigação que se segue. Quando a Policia Montada do Canada examina o local, não encontram nenhuma evidencia que os círculos tenham sido feitos pelo homem.
 
*Dois dias depois do avistamento, Edwin encontra um sexto circulo próximo aos cinco anteriores. Duas semanas depois, aparece o sétimo.
 
*Dentro de poucas semanas são registrados 15 casos de círculos em sete locais diferentes na província de Saskatoon.
 
Contatos Imediatos \ Discovery