Importante pesquisador afirma: Este pode ser um momento extremamente importante na história dos OVNIs

 
 
“Este pode ser um momento extremamente importante na história dos OVNIs (objetos voadores não identificados)”.
 
Existe um consenso geral entre muitos pesquisadores de OVNIs de que o número geral de avistamentos aumentou de forma muito significativa e que merece atenção, e muito disso se deve aos recentes acontecimentos relacionados a saúde mundial, a qual manteve as pessoas em casa com tempo suficiente para olhar para cima com mais atenção e obviamente tempo (sem a correria do dia a dia), e um céu que tem uma quantidade reduzida de aeronaves convencionais (menos voos), poluição (menos automóveis) e luzes (menos luzes de escritório, faróis, etc.) - logo temos o cenário mais que perfeito para ótimas observações.
 
Gary Heseltine é um desses pesquisadores e ele recentemente deu um passo adiante – em uma entrevista, ele informou que esse significativo aumento de avistamentos está sem sombra de duvida tornando a população muito mais exigente de respostas e mais aberta à verdade sobre o que esses misteriosos objeto não identificados podem realmente ser – uma verdade que ele acredita que o governo britânico (e outros ao redor do mundo) tem escondido do público - por alguma razão ainda nebulosa.
 
“Meu nome é Gary Heseltine e sou um detetive policial atualmente aposentado. Servi na polícia de transportes britânica entre 1989-2013. Distintivo número 1877. Em janeiro de 2002, lancei o banco de dados. O banco de dados serve para policiais em serviço e aposentados que estiveram envolvidos em avistamentos da polícia britânica de OVNIs. Quando comecei o banco de dados, tinha meia dúzia de boletins policiais envolvendo aproximadamente 10 policiais. Agora, depois de 13 anos de pesquisa, coletei mais de 500 relatórios que datam de 1901, envolvendo mais de 1000 policiais. ”
 
 
Como o próprio site nos mostra, Gary Heseltine não é um pesquisador comum de OVNIs como outros. O policial britânico aposentado é o gerente criador do banco de dados PRUFOS (Police Reporting UFO Sightings) e também editor da revista UFO Truth. Ele juntou mais de 500 relatos de OVNIs feitos por policiais em serviço e fora dele em 2015, quando esta biografia foi escrita, e não parou de acumulá-los. Ele também nunca desistiu de pressionar mais informações do governo britânico, que simplesmente parou de manter um registro oficial de relatos de OVNIs em 2009 depois de 50 anos como função do Ministério da Defesa.
 
“O atual problema de saúde coincidiu com um pico de 30 anos de registros globais de objetos voadores não identificados.”
 
Já em abril de 2020, o The Daily Star estava relatando um enorme aumento de registros de OVNIs que nunca mais diminuiu ou mesmo normalizou. 
 
Muitos estão sendo atribuídos a projetos convencionais (satélites SpaceX Starlink), Heseltine argumenta em sua entrevista ao The Sun que isso não é uma coisa ruim – ajuda a reduzir o medo do público sobre os OVNIs e relatos de OVNIs que muitos não tem coragem de relatar. E, enquanto o pico de avistamentos de 1989 foi atribuído a testes militares secretos, Heseltine aponta que:
 
“Em mais de 50 anos, nenhum relato de OVNIs mostrou algo que sugerisse uma ameaça militar ao Reino Unido”.
 
Com base nisso, ele emitiu outra exigência:
 
“Já é o momento certo deles mudarem e temos uma atitude aberta para explorar as melhores evidências em público.”
 
Como um profissional e ex-investigador policial, Heseltine nunca se deixou vencer, sempre buscou o máximo de dados possíveis. Em 2016, ele pediu mais informações sobre um encontro de OVNIs em 17 de setembro de 2016, no Canal de Bristol, quando um helicóptero da polícia pertencente ao Serviço Aéreo da Polícia Nacional (de sigla em inglês, NPAS) em Gales do Sul registrou um tipo de orbe iluminado usando uma câmera infravermelha configurada para rastrear objetos emissores de calor. 
 
 
Heseltine submeteu a Solicitação de Liberdade de Informação para mapas de voo e áudio do helicóptero e, quando não obteve resposta nenhuma, foi à grande mídia. Ele fez a mesma coisa em 2019, quando houve um aumento mundial de avistamentos de OVNIs curiosamente semelhantes a 'cobras'. Agora ele está fazendo de novo.