Rochas em formato de disco voador que seriam mais velhas do que os próprios mamutes levantam debate na Rússia...

Os arqueólogos foram chamados para investigar o objeto, o qual os escavadores acreditam ser artificial.

 
 
Um objeto com o formato de disco voador foi encontrado durante um trabalho de escavação por uma empresa mineradora de carvão na Bacia Kuznetsk, Sibéria – Rússia.
 
Os arqueólogos foram chamados para investigar o objeto, o qual os escavadores acreditam ser artificial.
 
O interessante objeto de pedra é quase um círculo perfeito, com um diâmetro de aproximadamente 1,2 metros e peso de 200 kg.
 
O escavador Boris Glazkov, de 41 anos, que encontrou o objeto, disse: “Eu tenho que dizer que não foi difícil de enxergá-lo, pois ele era realmente grande e distinto.  Eu nunca vi nada como este objeto, que obviamente é feito pelo homem, aqui no meio do nada.  É realmente um mistério.“
 
 
Seu colega, Arthur Presnyakov, de 38 anos, disse: “Na verdade havia dois objetos similares, mas o primeiro quebrou quando estava sendo retirado do solo pela pá escavadora.  Pensamos ter visto algo com certeza, porque ele quebrou em pedaços, mas quando o segundo apareceu, paramos o trabalho e cuidadosamente o removemos da pá.”
 
Atualmente, o disco de quatro metros de diâmetro (que você vê acima) está sendo estudado por especialistas do Museu Zhirnovsky, na própria Rússia.
 
 
A companhia de mineração Kuzbassrazrezugol, que é proprietária do objeto, disse que ele foi retirado do solo à uma profundidade de 40 metros.  Dado o fato de que ele estava enterrado tão profundamente no solo, ele pode ser mais velho do que ossos de mamute...
 
De acordo com o site mirror.co.uk, os cientistas declinaram fazer quaisquer declarações sobre o objeto.