Possíveis túneis subterrâneos são detectados na Antártica...

 
 
Uma equipe de pesquisadores da Northumbria University, no Reino Unido, descobriu desfiladeiros ou 'túneis' gigantescos sob o gelo que atravessam centenas ou milhares de quilômetros.
 
Existe uma vasta rede de túneis sob a Antártica, conectando vários pontos no continente gelado. Esse é mais um dos mistérios que se encontram sob a espessa camada de gelo.
 
Além dos possiveis túneis nazistas, pirâmides e bases ocultas na Antártica, agora foram descobertos túneis gigantescos sob gelo que atravessam centenas ou milhares de quilômetros.
 
Muitos teóricos e especialistas alegam, há décadas, que no subterrâneo antártico há uma complexa rede de túneis supostamente usada ​​pelos nazistas em suas possiveis bases secretas. A existência de pirâmides na Antártica também é outro grande mistério, e alguns sugeriram que esses túneis poderiam estar relacionados a essas estruturas.
 
Túneis sob a Antártica 
 
Pesquisadores descobriram três desfiladeiros gigantescos em um dos locais mais remotos do Polo Sul. Esses dutos profundos atravessam centenas de quilômetros, através de montanhas que estão escondidas sob o gelo.
 
 
 
Uma equipe de pesquisadores da Northumbria University, no Reino Unido, descobriu os 'tuneis' profundos usando dados obtidos por radar.
 
Segundo os cientistas, esses túneis desempenham um papel importante no controle do fluxo de gelo.
 
Nos últimos anos, a mudança climática acelerou o derretimento das geleiras e, se continuar, os túneis podem levar a água do derretimento ao oceano, aumentando ainda mais o nível do mar; de acordo com pesquisa publicada na Geophysical Research Letters.
 
Kate Winter, pesquisadora da Universidade de Northumbria, disse à BBC News:
 
"Esses canais canalizam o gelo do centro do continente, levando-o para a costa. Portanto, se as condições climáticas mudarem na Antártica, podemos esperar que o gelo nesses canais flua muito mais rapidamente ao mar. Isso os torna realmente importantes, e nós simplesmente não sabíamos que eles existiam antes. " 
 
Cânions e montanhas sob a Antártica
 
Os pesquisadores descobriram cânions gigantes na Antártica, localizados em um dos últimos lugares a serem explorados na Terra.
 
O maior desfiladeiro, chamado Foundation Trough, tem mais de 350 km de comprimento e 35 km de largura, extensões que o tornam o tamanho quase que exato das grandes cidades ao redor do mundo. Outro dos canais, Patuxent, mede mais de 300 km de comprimento e mais de 15 km de largura.
 
 
É necessário perfurar mais de 2 km se tentarmos alcançar o ponto mais profundo da Calha da Fundação.
 
Os canais detectados foram formados durante um período glacial em que o gelo no continente foi configurado de uma maneira muito diferente.