Pessoas que podem ter atravessado para Mundos Paralelos..

 
 
Cientistas de todo o mundo, há anos, procuram evidências da existência de mundos paralelos. No entanto, existem certas histórias que parecem mostrar que nossa realidade não é a única que existe.
 
Universos paralelos e realidades alternativas é um termo muito presente nos últimos anos; de fato, tem sido um tema recorrente na ficção científica.
 
A ciência e a busca de universos paralelos
 
Em 2014, uma equipe científica da Universidade Australiana de   Griffith propôs não apenas a existência de universos paralelos, mas que eles interagem entre si, influenciando-se com uma leve força de repulsão.
 
Simplificando, em vez de evoluir independentemente, esses universos se alteram. Dessa maneira, muitas das questões inexplicáveis ​​da mecânica quântica seriam resolvidas. 
 
Howard Wiseman, Michael Hall e Dirk-Andre Deckert são os especialistas que afirmam que o Universo em que vivemos é apenas um dentre um grande número de universos.  
 
Alguns podem ser quase idênticos, mas garantem que a maioria é totalmente diferente. Eles também argumentam que essas realidades são tão reais quanto as nossas.
 
Passando para mundos paralelos..
 
No entanto, a ciência não é a única que poderia provar a existência de outras realidades e, de fato, existem alguns casos que podem confirmar a existência de diferentes mundos paralelos. Aqui nós mostraremos alguns deles dentre varios existentes:
 
Pedro Oliva Ramírez
 
Pedro Olivia Ramírez é um morador de Alcalá de Guadaira que relatou um evento estranho que ele viveu; Ele estava dirigindo, como todos os dias, de Sevilha para seu município. 
 
No entanto, de um momento para o outro, o caminho se tornou totalmente diferente. Ele não conhecia nada do que observava. Estruturas estranhas cercavam a estrada, e a paisagem era totalmente diferente. 
 
Naquele momento, Pedro percebeu que os carros também eram totalmente diferentes; opaco, cinza. Mas depois de um tempo, ele encontrou um desvio com placas dizendo "Alcalá, Málaga e Sevilla".
 
Ele não pensou por muito tempo e pegou a rota, mas, para sua surpresa, ao sair do desvio, ele estava na frente de sua casa. No dia seguinte, quando ele partiu para Sevilha, não encontrou o caminho estranho novamente. 
 
Casos semelhantes às de Pedro Oliva Ramírez são documentados há séculos. De fato, o próximo caso nos leva de volta a 1850, a uma pequena cidade alemã perto de Frankfurt.
 
Jophar Vorin
 
John Timbs, um renomado escritor anedótico da época, frequentemente premiado pela precisão dos fatos, contou e escreveu em seu livro "Anuário de eventos de ciência e arte" sobre um homem chamado Jophar Vorin.
 
Timbs relata que, no final da década de 1850, uma pessoa desconhecida foi presa andando pelas ruas de uma cidade na vila de Lebas, mas ninguém sabia dizer de onde ele veio. Ele falava um alemão bastante pobre e era de origem caucasiana. 
 
Quando questionado em Frankfurt, ele alegou que seu nome era Jophar Vorin e veio de "laxaria", que estava em "Sakria". Logo eles entenderam que ele estava se referindo a um país e continente desconhecido. 
 
De fato, eles perceberam que o homem não entendia nenhuma língua européia, exceto pelo estranho alemão que falava. No entanto, ele era fluente em idiomas que chamava de "laxarian" e "abramian".
 
A última coisa que o homem declarou através de uma escrita em laxarian e em alemão defeituoso é que sua religião era semelhante à cristã chamada ispatian e que laxaria estava a centenas de quilômetros da Europa, em outro continente. 
 
 
Ele até afirmou que os cinco continentes da Terra eram chamados Sakria, Aflar, Aslar, Auslar e Euplar. Timbs encerra o relato alegando que Vorin foi enviado para Berlim, onde foi detido e interrogado e nunca mais teve notícias dele.
 
O caso de Lerina García
 
O caso de García é um dos mais atuais e mais conhecidos. Este caso é recente e foi bastante divulgado. Em 2008, Lerina García se levantou como todos os dias, pronta para ir ao trabalho, mas notou certas coisas que lhe pareciam estranhas. 
 
Seus pijamas não eram os mesmos com os quais dormira, os lençóis também não eram os mesmos. Ela nem se lembrava de ter vários móveis. Com aquele sentimento estranho, ele saiu de casa, encontrando um carro que não era seu. 
 
Quando ela chegou ao escritório, onde trabalhava há 20 anos, percebeu que não era a mesma coisa, que não conhecia nenhuma outra pessoa, embora a reconhecessem. 
 
 
Oprimida por tudo, ela voltou para casa, encontrando um homem com quem ela havia se separado a quase um ano, falando com ela como se ainda fossem um casal. 
 
Atualmente, a Lerina García possui um site em que pessoas que passaram por situações semelhantes podem compartilhar suas experiências para se ajudarem. Ela tem certeza absoluta de que acordou em um mundo paralelo.
 
O Caso da Floresta de Pedra (Marcahuasi)
 
Essa estranha floresta nas montanhas dos Andes peruanos é muito conhecida pela estranha forma de rosto humano que suas pedras levam.
 
No entanto, o que gerou mais polêmica é o caso do médico Raúl Ríos Centeno, que relata como uma mulher chegou à clínica com 'hemiplegia':
 
Quando o médico perguntou desde quando a paralisia começou, ela disse que em um dia de acampamento na floresta com uma amiga, elas viram como um cabana de pedra estava bastante iluminada e pessoas vestidas com roupas do século XVII dançavam lá dentro. 
 
Ela queria entrar, no entanto, quando metade do corpo dela estava dentro da cabine, sua amiga a puxou para fora, puxando-a abruptamente. A parte do corpo que entrou é, precisamente, a que estava (e ficou) paralisada. Ríos garante que não há como explicar esse ocorrido.
 
Alguns tipos de atividades paranormais.. 
 
Uma das maiores explicações científicas pras manifestações espectrais é que elas são algo além do domínio habitual da compreensão humana, os seres com os quais geralmente não estamos em sintonia, ou que não costumam fazer a sua presença conhecida. 
 
Nesse caso, eles poderiam ser algum 'sangramento' através de um mundo ou realidade alternativa, um monte de falhas de ignição de elétrons que tenham desembarcado no avião errado da existência. Ou poderia haver um Universo alternativo preenchido pelo falecido.
 
Sonhos e outros fenômenos que seriam janelas para mundos paralelos..
 
Nosso cérebro é cheio de disparates inexplicáveis. Mesmo com as grandes descobertas na neurociência, técnicas de pesquisa e similares, ainda estamos longe de realmente entender como a mente funciona. Tudo o que temos são teorias psicológicas e fisiológicas sobre a personalidade. 
 
O que são sonhos, portais? Eles poderiam ser o cérebro numa viagem através dos pensamentos, lembranças e ansiedades, ou os disparos aleatórios de sinapses, ou uma espécie de mistura de tudo isso, o cérebro adormecido tentando colocar uma variedade de imagens em uma narrativa de trabalho. A quarta opção, entretanto, é que a entrada no sono REM é o mais próximo que podemos chegar a visitar os mundos alternativos, que geralmente estão além da nossa compreensão, como janelas pra outros mundos.
 
 
déjà vu? É uma das experiências mais singulares que você pode ter e, no entanto, aconteceu a quase todos: a sensação estranha de déjà vu, onde você entra em uma situação ou faz uma ação ou vê alguma coisa e tem a sensação de que aquilo já aconteceu antes. Normalmente, ele é considerado apenas uma confusão do cérebro, talvez a adaptação da memória pra pensar que algo é mais familiar do que realmente é. Ainda mais estranho é o déjà vecu, a sensação de que você sabe o que vai acontecer a seguir. 
 
Há também quando alguém se lembra da sua história de forma diferente. As pessoas percebem o mundo ao seu redor como estranho, porque elas reconhecem tanto a história que lembram quanto aquela que está se desenrolando ao mesmo tempo. É como uma versão extrema de déjà vu, com a implicação de alguns sendo, teoricamente, “memórias” de outras versões de nós mesmos, em outros possiveis Universos.
 
Referencias: 
 
https://rolloid.net/10-extranas-historias-reales-sobre-personas-que-han-viajado-a-otra-dimension/ 
 
https://www.tendencias21.net/Los-universos-paralelos-no-solo-existen-sino-que-ademas-se-influyen-unos-a-otros_a38254.html 
 
https://es.theepochtimes.com/historias-de-personas-que-parecen-haber-venido-de-universos-paralelos_79629.html