Crânio de Cristal: O objeto mais surpreendente já encontrado no mundo...

Esse crânio foi submetido a uma série de estudos científicos detalhados, e em todas as ocasiões o que descobriram foi que era quase impossivel que um ser HUMANO fizesse o crânio. Um dos cientistas que examinou o crânio falou: "esse crânio nem deveria existir"

 
 
Em 1924, o aventureiro ingles F.A. Mitchell-Hedges viajou para Belize com sua filha Anna, para explorar as antigas ruínas de uma cidade Maia chamada Lubaantum.  
 
Numa tarde Anna subiu no topo de uma piramide esperando ver o oceano...
 
Bill Homann (zelador, Mitchell-Hedges): Era meio dia em ponto e ela estava no topo da piramide quando o Sol passou entre as pedras abrindo uma pequena fenda onde o Sol atingiu o crânio. O misterioso brilho chamou atenção de Anna.
 
O pai de Anna e outros membros do grupo eram grandes de mais para passar pela abertura na pirâmide. Então eles amarraram uma corda em Anna e desceram ela pelo buraco. 
 
Quando Anna voltou, ela segurava um estranho crânio de cristal; uma segunda busca descobriu a mandíbula do misterioso crânio.
 
O objeto em duas partes pesava 5 quilos, e parecia ser esculpida em uma unica peça de rocha de cristal. 
 
Philip Coopens (Autor \ Jornalista investigativo): É o único crânio de cristal que é quase perfeitamente humanoide. E quando eu digo 'quase perfeitamente humanoide' é porque a unica coisa que falta nele, são as suturas do crânio. 
 
Os anciões maias acreditavam que antigamente 13 crânios de cristal foram enterrados em locais secretos em todo o mundo. Atualmente dizem que 7 já foram encontrados. 
 
Nos anos 60 o cranio de F.A. Mitchell-Hedges passou por testes realizados por especialistas de prestigio. Eles usaram tudo de mais avançado que tinham para os testes, e não encontraram nenhuma marca no cranio. Só alguma coisa próxima da mandíbula.
 
 
 
A temperatura do cranio sempre se mantem a mesma, não importando se esta frio ou quente. Ele foi esculpido contra as linhas do cristal, se alguém tentasse fazer isso quebraria ele em milhares de pedaços. Ele é feito de cristal de alto nível eletrônico, os especialistas não tem certeza de onde ele veio. 
 
William Henry (Autor, The Judgment Day Device): Mitchell-Hedges ouviu dos maias que o seu crânio tinha mais de 3.600 anos. Isso é fascinante, porque ele pode ser anterior a civilização Maia. 
 
Quando Mitchell-Hedges morreu em 1957 o crânio foi entregue a sua filha Anna, ela o guardou por mais de uma década até permitir que ele fosse estudado. 
 
David Chilldress (Autor, Technology Of The Gods): Ele foi estudado por um especialista que percebeu que o crânio era totalmente desconcertante. Quando ele ia até a sala durante a noite, a sala estava totalmente iluminada, porque o cranio de cristal estava literalmente brilhando e iluminando todo o local, como se fosse uma lampada. Todo tipo de fenômeno estranho acontecia com o crânio, algumas pessoas ouviam barulhos estranhos, e sentiam cheiros estranhos perto dele. Simplesmente não existia explicação, tudo estava sendo emanado do crânio. Muitas coisas incomuns aconteciam perto desse objeto, e os próprios especialistas não conseguiram descobrir como o crânio foi feito até hoje.
 
Philip Coopens (Autor \ Jornalista investigativo): Em relação ao crânio encontrado por Mitchell-Hedges, ele já foi analisado em varias ocasiões - pelos mais respeitados especialistas. Esse crânio foi submetido a uma série de estudos científicos detalhados, e em todas as ocasiões o que descobriram foi que era quase impossivel que um ser HUMANO fizesse o crânio.
 
"Um dos cientistas que examinou o crânio na verdade falou: "esse crânio nem deveria existir". E foi isso que levou a ideia de que esses crânios não foram feitos por humanos."
 
Giorgio Tsoukalos (Alienígenas do Passado): Toda a mitologia dos maias é baseada em encontros com extraterrestres no passado. Os locais falaram para Mitchell que seus ancestrais deram aquele crânio para eles. Sem duvida esses ancestrais são seres vindos do espaço. 
 
David Chilldress (Autor, Technology Of The Gods): Os crânios de cristal, de acordo com certas historias, são artefatos alienigenas. Algumas pessoas acreditam que eles foram feitos em outro planeta. 
 
Poderia haver algum tipo de informação decodificada dentro desses crânios? Se houver, como ela pode ser lida?
 
Uma lenda diz que existem 13 crânios, e que quando os 13 se reunissem algo significativo mudaria no mundo. 
 
Giorgio Tsoukalos (Alienígenas do Passado): Lendas sugerem que existem 12 mundos (ou planetas) complementares por ai, planetas habitados por especies inteligentes. Nós pertencemos a esses mundos, e nosso planeta Terra é chamado de 'planeta das crianças'. Eles também sugerem que esses 13 crânios de cristal, que supostamente existem no planeta Terra, foram trazidos para cá de cada um desses 12 planetas. E o décimo terceiro é o que aparentemente contem toda a informação de todos os 12 mundos diferentes. 
 
 
 
 
David Chilldress (Autor, Technology Of The Gods): Dentro de cada crânio de cristal, existem informações guardadas. Os especialistas já mostraram que o cristal de quartzo pode guardar milhões gigabytes de informação. Na verdade qualquer cranio de cristal pode guardar muito mais informação que qualquer computador que temos hoje. Então quando esses crânios de cristal forem reunidos, eles vão começar a funcionar um com os outros. Após isso, uma grande quantidade de informações vai ser trazida para a humanidade.
 
 
History Channel