Onda de avistamentos ao redor do mundo continua: OVNIs causam o fechamento do segundo aeroporto mais movimentado do Reino Unido

"Então, basicamente, neste momento, este é um avistamento de OVNI, que é um objeto voador não identificado e deve ser descrito como tal até que saibamos o contrário (...)."

 
 
Gatwick, que é o segundo aeroporto mais movimentado do Reino Unido depois de Heathrow, decidiu fechar todas as suas pistas de pouso a partir de 21h03 (hora local) na última quarta-feira (18). Segundo a BBC, o fechamento afetou pelo menos 100.000 passageiros, o que levou ao caos total. 
 
Muitos passageiros que estavam em Gatwick não puderam viajar, enquanto outros vôos foram redirecionados para outros aeroportos como em Amsterdã, Paris e Bordeaux. Para aqueles que tentavam sair de Gatwick, a situação foi caótica. 
 
Além dos voos cancelados, os hotéis ficaram cheios, muitas pessoas foram obrigadas a dormir nos terminais. Isso fez com que o Exército enviasse uma equipe de especialistas para interceptar os dispositivos. No entanto, a polícia de Sussex, onde o aeroporto está localizado, disse que o incidente não está relacionado ao terrorismo, e sim um “ato deliberado” de interrupção do tráfego aéreo. 
 
Esta é a versão oficial do incidente, mas aparentemente em Gatwick algo completamente diferente estaria acontecendo. Um perito em drones afirmou que o fechamento do aeroporto de Gatwick não tem nada a ver com drones, e que é na verdade OVNIs ou uma conspiração para proibir o uso de drones. 
 
Steve Timewell, editor da Drone User Magazine, durante uma entrevista na rádio britânica Talkradio, garantiu que o aeroporto de Gatwick foi afetado por aparições de OVNIs. 
 
‘A mídia sensacionalista ama esse tipo de história’, disse Timewell. ‘E quem sabe, poderia ser uma conspiração para forçar uma proibição total de todos os drones.’ Foi quando o apresentador Jamie East perguntou se o aeroporto de Gatwick fecharia por um dia apenas para se livrar dos drones. 
 
 
Timewell disse:
 
"A primeira coisa que precisamos esclarecer nessa situação é se esse incidente tem alguma coisa a ver com aeronaves não tripuladas.
 
Como em todos os relatórios de drones, ainda não vimos nenhuma evidência fotográfica de que estas são aeronaves não tripuladas.
 
Então, basicamente, neste momento, este é um avistamento de OVNI, que é um objeto voador não identificado e deve ser descrito como tal até que saibamos o contrário (...)."
 
O perito em drones explicou que existem dois tipos de usuários que usam esses dispositivos: o primeiro é aquele que alcança o benefício econômico de drones e os usa de forma responsável; e o segundo é a pessoa que compra um drone barato no eBay e simplesmente o leva para qualquer lugar. No entanto, não importa quão estúpida seja essa pessoa, já que não conseguiria sobrevoar o aeroporto de Gatwick. 
 
Ele concluiu:
 
Basicamente, esta é uma tentativa deliberada de causar uma interrupção no aeroporto ou uma tentativa deliberada de acabar com os drones.
 
Surpreendentemente, o Ministério da Defesa confirmou que eles implantaram uma equipe especializada para controlar a situação. E aparentemente, os militares vão tentar uma nova arma conhecida como ‘Drone Dome‘, que pode ‘matar’ um drone, eliminando suas comunicações por um laser de até dois quilômetros de distância. 
 
Por sua parte, alguns teóricos da conspiração ligaram este incidente com o que ocorreu em 2014 no aeroporto de Bremen, na Alemanha. Várias testemunhas afirmaram que o objeto estranho tinha luzes vermelhas e verdes em ambos os lados. 
 
Como Timewell disse, a verdade é que é realmente estranho que um amador com drones possa paralisar um grande aeroporto como o de Gatwick. Além disso, é surpreendente que o exército britânico tenha enviado uma ‘unidade especial’ para interceptar aquilo que não se sabe o que é. Como sempre acontece nesses casos, as pessoas ficam satisfeitas com a versão oficial. 
 
O que realmente está escondido no encerramento do segundo aeroporto mais movimentado do Reino Unido? Seriam OVNIs, ou uma desculpa para acabar com os drones