Objeto 'se dirigiu para grupo de combate': Dois caças F-18 dos EUA parecem ter enfrentado um OVNI real

25/10/2017 14:29

O OVNI violou todas as leis da física durante a manobra. Os pilotos tiveram que regressar para o USS Nimitz, mas o objeto permaneceu nos céus por mais algumas horas. 

 
 
Os militares do porta-aviões USS Nimitz, que navegavam ao largo da costa de San Diego, detectaram um objeto voador desconhecido que lembrava uma aeronave extraterrestre.
 
O pessoal do porta-aviões observou o objeto misterioso que estava circulando no céu durante horas, perto de San Diego, afirma Chris Mellon, antigo chefe das forças de segurança nacional que tinha trabalhado em projetos secretos no estado de Nevada e na base Zona 51.
 
De acordo com ele, o incidente ocorreu em plena luz do dia durante uma missão do USS Nimitz, escoltado pelo porta-aviões USS Princeton.
 
O objeto não respondeu aos sinais da rádio. O USS Princetown contatou os pilotos de 2 caças F-18 para que interceptassem o objeto. Os pilotos descobriram que a aeronave não tinha asas, bem como tubos de escape. 
 
Era branca, alongada, com cerca de 12 metros de comprimento e cerca de 4 metros de espessura", disse Mellon, citado pelo jornal britânico Express. 
 
 
 
Um piloto tentou perseguir a aeronave: "Os pilotos ficaram estupefatos ao ver o objeto se reorientar e se dirigir em direção do F-18 que estava se aproximando". 
 
O OVNI violou todas as leis da física durante a manobra. Os pilotos tiveram que regressar para o USS Nimitz, mas o objeto permaneceu nos céus por mais algumas horas.