O misterioso fenômeno que aconteceu em Ichmul, México

 
 
 
O fenômeno deixou o céu de Ichmul completamente vermelho, com luzes de origem desconhecida surgindo no céu e causando um apagão completo em toda a cidade. Um som de origem desconhecida também foi ouvido e não pode ser identificado.
 
Ichmul, Yucatán, México.
 
Em 22 de setembro de 2013, a tranquila cidade de Ichmul em Yucatán, no México, se preparava uma noite diferente. Um festival (circo) havia sido montado na praça principal e os moradores foram ver de perto. 
 
Porém não imaginavam que o mais surpreendente que veriam essa noite estaria no céu e não no festival.
 
Hipólido e sua família, e Arcadio e sua esposa, foram até a praça da cidade para uma noite diferente, já que não é sempre que Ichmul é visitado por artistas de circos.
 
Hipólido Hernandes Camal (testemunha): Chegou o circo na cidade, e eu fui lá ver com minha família. Levei minha esposa, minha irmã e minha mãe..
 
Enquanto os moradores da cidade acompanhavam o circo, um misterioso objeto grande cruzou o céu, seguido de luzes estranhas. 
 
Hipólido Hernández Camal (testemunha): Eu olhei para trás e eu vi que o céu estava iluminado com alguma coisa lá em cima. Todo mundo começou a gritar e se perguntar o que estava acontecendo. 
 
Arcadio Hernández Camal (testemunha): A minha esposa me disse, "Olha, olha aquilo!!". Olhei e vi o céu completamente vermelho. 
 
Amado Cahun Camal (testemunha): Eram luzes pequenas no céu, era muito estranho. 
 
Segundo os moradores a estranha aparição do objeto foi seguida por algo ainda mais incrível. Todos foram tomados por uma histeria coletiva e começaram a suspeitar que o pior ainda estava por vir.
 
Hipólido Hernandes Camal (testemunha): As luzes do local começaram a piscar e em seguida apagaram. A cidade ficou completamente sem luz. Tudo no escuro, e por isso também todos nós sentimos muito medo. 
 
Arcadio Hernández Camal (testemunha): Não sabíamos o que era, e naquele momento muitas pessoas ficaram assustadas. 
 
 
 
Escutando os gritos assustados de todos, Cecilio pegou a bicicleta e junto a outros moradores, decidiu ver o que estava acontecendo. 
 
Cecilio Cabo Heredia (testemunha): Nós observamos que alguma coisa estava errada, haviam barulhos sendo emanados próximo a delegacia. 
 
Hipólido Hernandes Camal (testemunha): O barulho era como se alguém estivesse soldando alguma coisa. Era um barulho continuo e constante.
 
Arcadio Hernández Camal (testemunha): Os rapazes nos chamaram para ir ver o que estava acontecendo. Mas eu preferi não ir, pois poderia ser algum tipo de ataque ou uma bomba. No entanto, muitos outros foram até o local onde alguma coisa aparentemente havia caído.
 
A tarefa era muito difícil, tinham que entrar na selva na escuridão total. 
 
Cecilio Cabo Heredia (testemunha): Quando chegamos lá, nós não entendemos direito de onde vinha o barulho. Mas vimos que havia uma clareira no monte e eu disse a meus companheiros, "esta vindo de lá o barulho". Foi nesse momento que percebemos que algo estava queimando e emanando luzes. Quando chegamos lá haviam uns cabos (ou algo semelhante a cabos) que pareciam de alta tensão, e nós chegamos perto uns 20 metros, isso porque não dava para chegar mais perto.
 
A escuridão impedia que observassem o que estava acontecendo na clareira, e também não podiam encostar nos cabos de alta tensão. Diante dessa situação, todos foram embora esperar o amanhecer para ver melhor o que estava acontecendo no local.
 
Voltaram ao lugar pela manhã sem imaginar o que estavam prestes a encontrar. 
 
Cecilio Cabo Heredia (testemunha): Quando amanheceu, nós conseguimos ir até o local e ver de perto o que havia caído. E quando chegamos, havia alguns pedaços de um material desconhecido enfiados na terra. Um colega meu pegou um pedaço e me mostrou e ai eu consegui ver direito. Não se tratava de cabo de força, era alguma coisa diferente. 
 
As pessoas no local pegaram varias amostras do objeto desconhecido. 
 
Floro Koyoc Pech (Delegado Municipal Ichmul): Nós guardamos na delegacia para que não levassem nenhum pedaço. Nós cuidamos, e até hoje estão lá na delegacia. 
 
Apesar de ter recolhido os objetos caídos durante a noite de setembro, nenhum dos vizinhos que observaram o fato puderam dar uma explicação ao estranho fenômeno que mudou para sempre a historia da cidade. O que se sabe é, que se trata de uma coisa que nenhum deles viu antes, segundo eles é algo que não conseguiram reconhecer.
 
Jornais sobre o incidente e fragmentos recolhidos no local
 
 
Hipólido Hernandes Camal (testemunha): Na verdade, eu acho que é uma coisa que caiu do céu, é uma coisa muito estranha. Não é uma coisa que exista aqui na Terra.
 
History Channel \ Documentario