Construções que a ciência não consegue explicar: O inexplicável mistério do templo Veerabhadra

 
 
O templo Veerabhadra, do século XVI, também conhecido como templo Lepakshi, está localizado na pequena aldeia histórica de Lepakshi, no distrito de Anantapur, na Índia. 
 
Construído no estilo típico da arquitetura Vijayanagara, o templo possui muitas esculturas requintadas de deuses e deusas e centenas de pinturas nas paredes, colunas e teto. 
 
Na parte da frente do templo tem um grande Nandi (touro), uma escultura de Shiva, que é esculpida em um único bloco de pedra, e é dita ser uma das maiores do seu tipo no mundo.
 
 
 
Mas, o templo é famoso por outra maravilha da engenharia. Entre os 70 pilares de pedra, há um que pende do teto. A base do pilar mal toca o chão e é possível a passagem de objetos por baixo, tais como uma folha fina de papel ou de um pedaço de tecido de um lado para o outro. Como o templo suporta o peso ENORME da coluna ainda é um mistério, já que o peso da estrutura é significativo.
 
Como se pode acreditar que um templo tão avançado como esse, localizado entre muitas outras estruturas surpreendentes da india, pode existir? Sem duvida as estruturas possuem um conhecimento e entendimento complexo e avançado.
 
Diz-se que o pilar que não toca o chão está um pouco deslocado da sua posição original quando um engenheiro britânico tentou movê-lo em uma tentativa frustrada de descobrir o segredo de seu apoio.
 
 
 
O templo foi construído pelos irmãos Viranna e Virupanna, que eram governadores sob o Império Vijayanagar durante o reinado do Rei Achutaraya.