O Mistério de Sigiriya, Sri Lanka: O local construído pelos deuses vindos do céu

10/06/2019 20:23

Giorgio Tsoukalos: Nós encontramos pinturas impressionantes de pessoas surgindo por entre as nuvens. E elas na verdade estão flutuando em pleno ar, e você fica imaginando, "o que nossos ancestrais quiseram representar aqui?"

 
 
Sigiriya, Sri Lanka: conhecido como 'Lion Rock' esse monólito gigante tem aproximadamente 180 metros de altura..
 
David Childress (Autor, Technology of the Gods): Ele foi descoberto em 1831 por um oficial do exercito britânico. O que ele encontrou ali era um enorme monólito (ou rocha) natural, e uma escadaria foi feita nela. Em seguida um palácio foi construído no topo... É uma área extremamente remota, e se eleva verticalmente.
 
Andrew Collins (Autor de 'the cygnus mistery'): Sigiriya certamente era um monastério budista do primeiro milênio a.C. Então por volta de 500 d.C. ela se tornou uma fortaleza e um palácio para o rei local. Existem jardins e palácios no topo da rocha. Daí tem varias cavernas, e dentro dessas cavernas tem diferentes murais. 
 
Esses murais contem retratos de mulheres que alguns pesquisadores acreditam que representem senhoras da corte do rei, enquanto outros sugerem que são figuras religiosas. De acordo com teóricos do antigo astronauta as imagens revelam evidencias de contato com extraterrestres no passado distante. 
 
 
Giorgio Tsoukalos (Alienigenas do Passado): Nós encontramos pinturas impressionantes de pessoas surgindo por entre as nuvens. E elas na verdade estão flutuando em pleno ar, e você fica imaginando, "o que nossos ancestrais quiseram representar aqui?". De acordo com os mitos locais e lendas, Sigiriya foi criada com a ajuda dos deuses que desceram do céu. Que modo lindo e poético de representar uma coisa que eles haviam testemunhado. Foi uma completa má interpretação da visitação de viajantes espaciais com tecnologia avançada. 
 
 
 
É possivel que as pinturas representem seres vindos do céu descendo na Terra como sugerem os teóricos dos antigos astronautas? Se for assim, poderia haver outro motivo, mais profundo, para os homens antigos construírem uma cidade no topo desse enorme monólito? 
 
 
Philip Coppens (Autor, The Ancient Alien Question): Com frequência nós vemos como essas rochas enigmáticas são adoradas pelos nossos ancestrais. De alguma forma são portais entre o nosso mundo e o mundo dos deuses. Em Sigiriya nós vemos mais uma vez a confirmação disso. 
 
Robert Schoch (Autor de 'forgotten civilization'): O próprio conceito de monólito pode ser muito importante e muito sagrado para as pessoas, e tambem o conceito da montanha alcançando o céu. Eu penso no mundo celestial ou no cósmico 'Monte Meru'. 
 
 
Richard Leviton (Autor de 'encyclopédia of earth mythis'): Monte Meru é o nome usado nas culturas budistas para descrever a montanha cósmica. Isso é descrito na literatura antiga, "como uma massa de luz dourada, como um fogo dourado brilhante na forma de uma montanha". Esta no centro do universo e existe em diferentes níveis, não no sentido físico, mas no sentido de energia. Os deuses moram em locais elevados, todos tem palácios e cidades. 
 
Andrew Collins (Autor de 'the cygnus mistery'): Monte Meru era o lugar dos deuses, era visto como o lugar de conexão e um lugar de comunicação com os próprios deuses. É o ponto de acesso entre este mundo e o céu. 
 
 
 
Philip Coppens (Autor, The Ancient Alien Question): Sigiriya basicamente é uma réplica do Monte Meru em menor escala, nossos ancestrais escolheram essa rocha e começaram a construir no topo dela. 
 
É possível que Sigiriya tenha sido construída para honrar e se conectar com extraterrestres como acreditam os teóricos dos antigo astronauta? 
 
History Channel: Alienigenas do Passado