Muita coisa pode mudar!! Novos fragmentos dos Manuscritos do Mar Morto são achados...

 
 
A descoberta desses novos fragmentos que estavam ESCONDIDOS sugere que a história dos Manuscritos do Mar Morto ainda não está completa e que pode haver muito mais coisas escondidas em outras cavernas.
 
Arqueólogos israelenses descobriram dezenas de fragmentos dos Manuscritos do Mar Morto com importantes chaves bíblicas. Acredita-se que os documentos tenham sido ocultados há quase 1.900 anos.
 
Os Manuscritos do Mar Morto foram descritos como uma das descobertas arqueológicas mais importantes do século XX. Os pergaminhos, que datam de cerca de 2.000 anos, são alguns dos manuscritos mais antigos conhecidos da Bíblia Hebraica.
 
Agora, mais fragmentos de um manuscrito foram encontrados em uma caverna no deserto da Judéia, ao sul de Jerusalém, relatou o The Jerusalem Post citando a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA).
 
O 'artigo' foi encontrado em um local conhecido como 'caverna do horror', localizado a 80 metros do topo de uma falésia e que só pode ser acessado por rapel, onde na década de 1960 já haviam sido encontrados cerca de 40 esqueletos humanos antigos, pertencentes a rebeldes judeus que lutaram contra o Império Romano.
 
Os especialistas classificam a descoberta como a primeira de seu tipo desde a descoberta dos Manuscritos do Mar Morto, há mais de 60 anos, que datam do século III a.C. e incluem as cópias mais antigas de alguns textos bíblicos.
 
 
Segundo os arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel, para acessar o local da descoberta tiveram que usar drones para inspecionar cerca de 500 cavernas e cavidades alinhadas ao longo de dezenas de quilômetros, às quais desceram com rapel de até 80 metros do cume de penhascos que margeiam a depressão que separa o território jordaniano do território palestino. 
 
Eles também garantiram que teriam que agir muito rapidamente para evitar saques por saqueadores.
 
Os fragmentos de pergaminho têm linhas de texto dos livros de Zacarias e Naum escritos em grego, mas com o nome de Deus em Paleo-hebraico, e correspondem a um pergaminho descoberto há cerca de 60 anos chamado de "Livro dos 12 Profetas Menores".
 
 
Junto com as novas partes dos rolos bíblicos, os restos mumificados de uma criança que viveu há 6.000 anos estavam localizados na mesma caverna, com partes de pele, cabelos e tendões, em bom estado graças às condições climáticas do Mar Morto, que é extremamente seco. A tumba, um pequeno buraco cavado pelos antigos habitantes da caverna, estava escondida sob duas rochas planas.
 
Da mesma forma, foi descoberta uma cesta do período Neolítico com mais de 10.000 anos, - a mais antiga preservada nessas condições até hoje - e um lote de moedas do período da rebelião de Bar Kochba, uma revolta armada dos judeus contra os Império Romano nos anos 132-136 DC. As moedas trazem os símbolos judaicos típicos da época, como uma harpa e uma tamareira.
 
Somado a isso, os pesquisadores descobriram também pontas de flechas e lanças, tecidos e sandálias da época da revolta.
 
 
A descoberta desses novos fragmentos sugere que a história dos Manuscritos do Mar Morto ainda não está completa e que pode haver muito mais coisas escondidas em outras cavernas.
 
Veja todas as informações no VIDEO ABAIXO \ Respeite o conteudo do site, não copie sem autorização