O mistério da pegada gigante encontrada na cidade sul-africana de Mpuluzi: Segundo pesquisadores não se trata de algo forjado

 
 
Os gigantes são uma raça mencionada até mesmo na Bíblia, apesar da arqueologia ortodoxa negar sua existência. Na cidade sul-africana de Mpuluzi se encontra uma prova de sua existência.
 
Em 2012, o pesquisador sul-africano Michael Tellinger enviou um vídeo para a rede mostrando uma pedra com uma enorme pegada gravada nela.
 
A pegada tinha mais de um metro de comprimento e, segundo o próprio pesquisador, poderia ser uma das melhores evidências existentes sobre os gigantes da Terra.
 
A impressão está gravada em uma rocha de granito e está localizada perto da vila de Mpuluzi, na África do Sul, muito perto da fronteira com a Suazilândia. 
 
A pegada, apesar de ter sido registrada por Michael Tellinger, não foi descoberta por ele, mas por um fazendeiro chamado Stoffel Coetzee, em 1912, enquanto caçava perto da cidade.
 
 
 
Tillinger, famoso por pesquisar tudo relacionado aos Anunnaki e por ser um dos membros da comunidade científica que apóia a teoria da manipulação genética, garante que o local remoto onde a pegada foi localizada, praticamente exclui a possibilidade de ser falsa.
 
Ele argumenta que em 1912, a área onde a peça foi encontrada era conhecida como um lugar totalmente isolado da civilização.
 
A pegada não se deteriorou muito desde a sua descoberta; portanto, a chance de falsificação é bastante reduzida. O padrão de erosão no interior se assemelha ao encontrado ao redor, dificultando a ideia de que alguém possa ter se dedicado a esculpir uma pegada gigante milhares de anos atrás em uma área isolada.
 
Assim, existem apenas três possibilidades para sua existência: alguém, por razões desconhecidas, esculpiu; foi o produto de uma erosão natural fantástica e única; ou um gigante pisou na pedra e deixou sua marca gravada.
 
Apesar dos estudos, a verificação de qualquer uma das três possibilidades é praticamente impossível até que os estudos científicos sejam realizados com precisão. 
 
Mesmo assim, a opinião de outros pesquisadores, somada às lendas e tradições dos povos em torno da pegada, poderia nos dar um panorama diferente. Por exemplo, Klaus Dona, renomado e famoso pesquisador que apóia a teoria dos gigantes, também visitou a pegada junto com Tellinger em janeiro de 2012. Em suas palavras, outros pesquisadores também a revisaram e todos afirmaram o mesmo: é impossível que seja algo fabricado.
 
 
Se for real, a pegada mede 120 centímetros; portanto, o gigante deveria ter excedido 7 metros de altura. Segundo os dados relacionados aos restos de gigantes encontrados no Equador, eles possivelmente mediram uma altura semelhante.
 
Video abaixo:
 
Fonte: https://codigooculto.com/2020/06/huella-gigante-mpuluzi-huella-dios/