Relatos de testemunhas indicam que OVNIs estão sugando a água de lagos e mares da Terra

Há um caso no Lago Colbún, com depoimentos (importantes) de policiais e civis que observaram um OVNI pairar sobre o lago e coletar água.
 
 
 
Inumeras testemunhas ao redor do mundo afirmam ter observado OVNIs (objetos voadores não identificados) que sobrevoam lagos, como se as suas bases existissem lá ou tivessem alguma intenção com a água. Muitas vezes, esses são grandes ou pequenos lagos não acessíveis aos seres humanos por varios motivos.
 
Em enormes lagos, com centenas de quilômetros, as pessoas só podem observar o que ocorre nas margens, mas não podem ver o que acontece no meio ou em outros lugares de mais dificil acesso. Porém elas podem notar que muitas vezes há misteriosos objetos não identificados que interagem com a água.
 
O súbito e misterioso desaparecimento de um lago glacial no parque Bernardo O'Higgins, no sul do Chile, gerou todos os tipos de hipóteses possíveis há algum tempo atrás. Possiveis terremotos, uma erupção vulcânica subterrânea ou até mesmo efeitos do aquecimento global são algumas das teorias que os cientistas arriscaram para justificar o caso. No entanto, nenhuma explicação até então apresentada conseguiu explicar totalmente o ocorrido. Um ovniólogo chileno informou que existem "OVNIs que sugam a água" e que isso já teria acontecido antes.
 
Mas, como um lago consideravelmente grande de aproximadamente dez quilômetros de diâmetro não desaparece todos os dias deixando apenas uma pequena piscina de 30 metros, algumas pessoas têm uma mente mais aberta e arriscam a hipótese do fenômeno extraterrestre e nesse caso se encaixou melhor que outras explicações convencionais. É que, de acordo com especialistas na área da ufologia, “alguns OVNIs absorvem a água” e isso já teria acontecido antes em muitas partes do planeta.
 
 
Rodrigo Fuenzalida, conhecido especialista na área, disse que “o Chile se tornou um lugar quente para avistamentos de OVNIs”.
 
Ele informa: 
 
"O Chile tem uma significativa riqueza de recursos naturais que, sem dúvida, como foi documentado ao longo de muitos anos, são de especial atração para esses seres de origem desconhecida. Vulcões, lagos de água doce e áreas montanhosas que permitem um melhor esconderijo, entre outras coisas. Além disso, nos últimos anos, fomos atingidos por grandes terremotos que, sem dúvida, atraem a atenção deles."
 
Rodrigo falou que outro grande fator no aumento dos avistamentos tem sido o uso de novas tecnologias, como câmeras de vídeo de melhor resolução e telefones celulares.
 
Ele disse:
 
"Cada vez mais temos em mãos câmeras melhores e instrumentos que permitem, por exemplo, detectam a presença de objetos que não são visíveis ao olho humano, como por exemplo, através de câmaras de infravermelhos."
 
O ovniólogo chileno Rodrigo Fuenzalida informou que a idéia de uma presença extraterrestre no desaparecimento do lago tem ‘fundamentações’ já que naquela área em questão “ocorre 60% dos avistamentos (OVNIs) em todo o Chile" o que é muito significativo para encontrar o responsavel.
 
Ele concluiu:
 
"Notamos que certos UFOs absorvem a água. Há um caso no Lago Colbún, com depoimentos (importantes) de policiais e civis que o viram pairar sobre o lago e coletar água."