Medicina avançada é encontrada em texto sânscrito

16/08/2019 17:46

Paleontólogos descobrem um crânio de 4.300 anos com sinais de que uma cirurgia cerebral fora realizada. E inclusive parece que a operação foi bem sucedida, já que as feridas mostravam sinais claros de cicatrização. 

 
 
Vale do Indo, Noroeste da Índia e do Paquistão. Junho de 2011..
 
Paleontólogos descobrem um crânio de 4.300 anos apresentando múltiplos buracos perfurados nele. Notavelmente eles concluem se tratar-se dos sinais de que uma cirurgia cerebral fora realizada. E inclusive parece que a operação foi bem sucedida, já que as feridas mostravam sinais claros de uma ótima cicatrização. 
 
George Noory (Radio Host): Na Índia antiga, eles realizavam tipos incríveis de medicina e procedimentos cirúrgicos nas pessoas. Coisas como operação no crânio. O fascinante sobre isso é que esse tipo de conhecimento médico avançado é muito antigo. E eles eram capazes de usar essas técnicas para curar as pessoas. 
 
Estudiosos dos Vedas sugerem que não só os antigos hindus conseguiam realizar cirurgia cerebral, mas outros procedimentos avançados também. E muito desse conhecimento médico foi registrado em um texto sânscrito datando de 800 a.C., conhecido como Sushruta Samhita. 
 
Em 2017, em uma biblioteca local em Mahabalipuram, na Índia, Giorgio Tsoukalos se encontrou com o colega teórico dos antigos astronautas Praveen Mohan para olhar o texto (Sushruta Samhita) com mais atenção. 
 
 
 
Praveen Mohan (Teórico dos Antigos Astronautas): Este é um extenso texto médico contendo informações sobre mais de 11.000 doenças. Fala sobre 700 plantas medicinais, 64 preparos a partir de recursos minerais, 57 preparos a partir de recursos animais, e é considerado a base da Ayurveda, a medicina indiana tradicional. 
 
Giorgio Tsoukalos (Alienígenas do Passado): Então, esta é a base da medicina ayurvédica?
 
Praveen Mohan (Teórico dos Antigos Astronautas): Exato. Pude encontrar uma passagem. Achei que você talvez achasse interessante: Existem 8 tipos de operações cirúrgicas. Elas são incisão, excisão, raspagem, perfuração, soldagem, extração, secreção de fluidos e até sutura. Então, imagine, tínhamos sutura há 2.600 anos. E este livro foi escrito mais de 100 anos antes de Hipócrates, o pai da medicina moderna. 
 
Giorgio Tsoukalos (Alienígenas do Passado): Que incrível, e como essa informação foi obtida? Qual é a história por trás de todo esse conhecimento avançado? 
 
Praveen Mohan (Teórico dos Antigos Astronautas): Bem o titulo "Sushruta Samhita", significa que o autor Sushruta não é realmente o autor. Ele não escreveu o livro. Ele obteve essa informação de alguém chamado Dhanvantari, que era um ser de outro mundo. 
 
Acredita-se que Dhanvantari era o médico dos deuses e o pai da medicina ayurvédica. 
 
O próprio Dhanvantari possui uma origem divina associada com o 'batimento do oceano leitoso'. O batimento do mar de leite refere-se, possivelmente, á Via Láctea. Dhanvantari saiu disso e então se tornou o deus da medicina. Então ele deu esse conhecimento de medicina aos seres humanos. 
 
Giorgio Tsoukalos (Alienígenas do Passado): É dito que Dhanvantari originou-se da Via Láctea. E assim de repente, se tem uma forte conexão com essa divindade com a Via Láctea - o espaço. Bem o que mais precisa ser falado? O conhecimento contido nesse documento, conhecido como Sushruta Samhita, foi trazido aqui por um visitante extraterrestre. 
 
 
 
A medicina Ayurvédica é considerada uma das medicinas mais antigas e detalhadas do mundo. É possível que realmente foi entregue a humanidade por fontes alienígenas? Teóricos dos antigos astronautas acreditam firmemente nessa possibilidade. 
 
Alienigenas do Passado