Impactante: Ainda maiores revelações serão liberadas em 2019 afirma chefe do programa de estudo de OVNIs do Pentágono...

Acho que todos ficarão surpresas com o quão frequente essas coisas estão sendo registradas e observadas por militares da ativa em missões em todo o mundo.

 
 
No mundo da busca da verdade a respeito dos OVNIs, um dos eventos mais significativos da memória recente foi a aparente revelação de dezembro de 2017 de um projeto de pesquisa secreto dentro do Pentágono. 
 
Esse projeto, conhecido como Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (de sigla em inglês AATIP), foi criado para analisar evidências de atividade aérea anômala coletada pelos militares dos EUA. A divulgação do programa foi acompanhada por vários vídeos que mostravam que as aeronaves dos EUA eram facilmente superadas em todos os aspectos possiveis por objetos desconhecidos capazes de velocidades e acrobacias longe do alcance das atuais aeronaves militares.
 
Embora essas divulgações tenham sido uma ótima fonte de manchetes durante o ano passado, o homem que anteriormente liderou o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais do Pentágono recentemente fez comentários sugerindo que mais e maiores divulgações estão reservadas para 2019.
 
Luis Elizondo sentou-se recentemente com o lendário jornalista George Knapp para discutir tudo o que aconteceu no ano desde a divulgação inicial do programa. Na entrevista, Elizondo sugere que, embora o ano passado tenha sido grande, 2019 poderia ser ainda maior:
 
"Os dados estão aparecendo. Então, isso é uma coisa boa. Os dados estão começando a fluir na direção em que devem fluir. Agora, finalmente, é possível tomar as decisões que precisam ser tomadas. Da minha perspectiva, isso é uma grande conquista. Mas, ao mesmo tempo, também temos que respeitar a privacidade desses indivíduos. Temos que respeitar suas posições profissionais e permitir que eles coletem o máximo de dados possível antes de fazer qualquer coisa com isto."
 
Claro, como um oficial de inteligência de carreira, Elizondo analisa suas palavras com cuidado e não revela nada específico. Obviamente, você tem que se perguntar: ele realmente tem algo específico para divulgar? Se o programa AATIP gerenciado por Elizondo estiver tão mergulhado em evidências reais como foi relatado, então provavelmente sim.
 
 
Em outro ponto da entrevista, Elizondo sugere que, embora os vídeos que foram liberados até agora ajudem a esclarecer toda a estranheza que existe em nossos céus, há muitos mais de onde eles vieram:
 
"Acho que temos um entendimento muito melhor sobre a profundidade e o alcance que o Departamento de Defesa tem desempenhado nos últimos tempos, não nos anos 40 e 50. Estou falando [de coisas] muito recentes sobre o fenômeno OVNI. A propósito, acho que todos ficarão surpresas com o quão frequente essas coisas estão sendo registradas e observadas por militares da ativa em missões em todo o mundo."