Arqueologia Proibida: As incompreensíveis estruturas nas cavernas de Ajanta surpreendem até os maiores engenheiros...

 
 
No oeste da Índia, em 18 de Abril de 1819, enquanto caçava tigres perto da aldeia de Ajanta, o oficial britânico John Smith descobriu 29 templos - em cavernas - escavados em um penhasco acima do rio. 
 
A arquitetura e a ornamentação das cavernas construídas em 200 a.C. revelaram novas informações sobre o passado sagrado da Índia e outros mistérios. 
 
David Childress (Autor, Technology of the Gods): Conforme você anda pelas cavernas de Ajanta, você vê todo o tipo de templos escavados em rocha solida, com uma grande variedade de estatuas. Mas tudo isso foi escavado em um único bloco de pedra gigantesco.
 
Visitadas todos os anos por milhares de budistas, ainda hoje as cavernas são consideradas sagradas. Construídas como santuários e templos, elas contem muitos lugares de adoração completos, com esculturas e pinturas que retratam a vida e a época do Buda Supremo, muitas vezes chamado de 'O Iluminado'.
 
 
David Efurd (Professor de história do colégio de Wofford): Existem muitos assuntos esculpidos em Ajanta, muitas dessas esculturas são do buda. Além dessas esculturas, existem diversas representações de outros seres mitológicos. 
 
Ainda hoje, os engenheiros modernos ficam intrigados com o modo que as cavernas foram cortadas nos penhascos de granito com 20 metros de altura há mais de 2.000 anos atrás. 
 
 
David Efurd (Professor de história do colégio de Wofford): Estas cavernas foram criadas por meio da remoção da pedra, levada por tuneis até a superfície da rocha. A pedra foi removida, cinzelada, retirada e todos os espaços interiores que vemos nas cavernas hoje, foram criados dessa forma. Todos os detalhes arquitetônicos que vemos no sítio e as esculturas, foram escavados no mesmo bloco de rocha que é a própria encosta da montanha.
 
 
 
Segundo os pesquisadores, o complexo de Ajanta é importante por causa do posicionamento intencional das cavernas nos penhascos. Uma formação que revela o entendimento extremamente adiantado da atividade celeste. 
 
David Efurd (Professor de história do colégio de Wofford): As cavernas foram escavadas em forma de ferradura, e assim, orientadas em diversas direções. Algumas são orientadas para o oeste, outras para o sul, e algumas são orientadas para o leste, de modo a se voltarem para o Sol nascente. Tudo indica que os povos antigos na época na Índia eram muito interessados no universo e na relação entre os corpos celestes. 
 
 
Evidencias do conhecimento preciso que o escultor tinha dos movimentos celestes são encontradas em duas cavernas especificas. Cada uma delas contem estruturas em forma de domo representando Sidarta Gautama, o buda supremo e mestre espiritual que fundou o budismo.
 
David Efurd (Professor de história do colégio de Wofford): A caverna 19 é orientada para o solstício de inverno, e isso significa que, no dia do solstício de inverno, o Sol da manhã se filtra pela grande janela da fachada, e a luz do Sol ilumina a base do domo. Isso também ocorre na caverna 26 em Ajanta, ela é orientada para o solstício de verão, e assim, no dia solstício de verão a luz é filtrada e atinge o domo. 
 
 
David Childress (Autor, Technology of the Gods): Isso é uma coisa muito difícil de fazer, porque estavam cortando rochas sólidas dentro da caverna. Então seria preciso um equipamento de alta tecnologia, afim de fazer um túnel, construir e escavar dentro da rocha sólida, e ainda sim esta perfeitamente orientado para o solstício.
 
Será que as cavernas de Ajanta foram construídas com a ajuda de tecnologia alienígena avançada como acreditam os teóricos dos antigos astronautas? Se assim for, será que são consideradas sagradas pela população local devido a sua conexão com vistantes extraterrestres? 
 
Jason Martell (Autor, Knowledge Apocalypse): Muitos teóricos do astronauta do passado olham o domo e dizem que é uma referencia simbólica do poder do voo. Muitas vezes ela é mostrada simbolicamente com um jovem buda, e parece mesmo que ele esta manipulando algum tipo de controle dentro do domo. Os domos sempre foram usados como uma forma dos budas subir aos céus ou descer dos céus. Podemos dizer que esses seres estavam indo para o espaço. 
 
 
 
David Childress (Autor, Technology of the Gods): Eles representavam nas cavernas deuses e figuras que eram meio animal e meio deuses. Assim temos aqui o que parece ser algum tipo de templo subterrâneo especial, que foi construído por extraterrestres ou algum tipo de deuses espaciais.
 
Bill Birnes (Autor, pesquisador de OVNIs): O que os monges budistas viam? Será que os monges foram ajudados por algum tipo de presença extraterrestre no passdo? 
 
 
History Channel: Alienigenas do Passado