Gigantesca cidade maia é descoberta na selva da Guatemala

17/02/2018 11:54
 
 
Um grupo de pesquisadores descobriu, na selva fechada do departamento de El Petén, na Guatemala, uma série de casas antigas, prédios, obras de defesa e pirâmides maias. A descoberta pôde ser realizada graças a uma técnica de cartografia aérea inovadora, conhecida como LiDAR (sigla em inglês para Detecção e Medição da Luz). Essa tecnologia  faz com que um raio laser de emissão pulsada ricocheteie na superfície da Terra e permita a leitura dos contornos ocultos em matas densas.

 

A equipe de estudos é formada por arqueólogos americanos, europeus e guatemaltecos, que trabalham em conjunto com a Fundação Patrimônio Cultural e Natural Maia da Guatemala (PACUNAM). Suas descobertas, que incluem campos agrícolas de tamanho industrial e canais de irrigação, estimaram em 10 milhões o número de pessoas que habitaram essas terras, um valor quase 3 vezes maior ao que se imaginava até o momento.
 
Os dados coletados por meio do LiDAR foram fundamentais para essas descobertas. Sem eles, os cientistas admitem que poderiam ter ignorado os restos da cidade, sem reconhecê-los, devido à densidade da mata. Porém, eles também ressaltam que a mata cresceu sobre campos e estruturas abandonadas dos maias, escondendo-os e preservando-os, como um excelente método para conservar o impacto que essa cultura teve em toda a paisagem. 
 
Fonte: BBC \ History