Ex-diretor do Serviço de Inteligência da França: Os OVNIs são realmente de fora desse mundo

 
 
Pela primeira vez, o ex-líder da Direção Geral de Segurança (DGSE) da França, uma agência de inteligência estrangeira francesa abordou a questão dos OVNIs como algo de fora deste mundo e desta dimensão.
 
Alain Juillet, ex-agente francês e diretor de inteligência, tinha palavras bastante controversas sobre o fenômeno OVNI em uma entrevista recente.
 
Esta é a primeira vez que um ex-agente de inteligência, portanto um alto funcionário do governo, lida abertamente com o assunto dos OVNIs e reconhece sua existência e sua natureza externa neste planeta.
 
Considerando a vasta experiência de Juillet, ele é uma voz ALTAMENTE autorizada para tentar elucidar um mistério permanente, como Objetos Voadores Não Identificados (ou OVNIs). Juillet adota uma abordagem pragmática e uma mente aberta que lhe permite analisar o assunto e, no processo, refutar os céticos.
 
Sobre Juillet, pode-se dizer que ele é um dos oradores, políticos, cientistas e militares de alto nível que tem grande experiência, e ele demonstrou isso no documentário feito pelo diretor Dominique Filhol.
 
"UFOs vêm de um mundo paralelo"
 
O documentário se refere a inteligências não humanas. E, embora esse termo não rejeite a hipótese extraterrestre, ele aceita outras teorias sobre a origem do fenômeno, uma possibilidade que viria de um mundo paralelo.
 
Juillet traz a Física Quântica à tona para explicar a origem dos OVNIs, referindo-se à possibilidade de que esses artefatos voadores atravessem o espaço conectando um ponto distante a outro ponto.
 
 
O ex-agente aceita que é possível que ocorram alguns fenômenos que não podemos testemunhar, "algo nos escapa", diz ele. Pode haver dimensões diferentes das nossas, diz Julliet.
 
Quando perguntados se um país tinha essa tecnologia "de outro mundo", Julliet diz que, de uma maneira ou de outra, houve vazamentos de informações e, embora isso tivesse acontecido, é algo que não sabemos ao certo, algo que escapa à dimensão terrestre.
 
Como o próprio Juillet diz durante a entrevista: "Se um dia tivermos confirmação de que os OVNIs vêm de um mundo paralelo ao nosso, todos dirão 'bem, aqui estão eles, há um mundo paralelo'. Em alguns anos a população o classificará isso como um fenômeno trivial, normal.
 
Você pode ler a entrevista completa no site do Paris Match. Você também pode assistir a uma prévia do documentário ("OVNIs: une affaire d'Etats"), mais abaixo (idioma inglês).
 
Vale ressaltar que as declarações de Julliet coincidem com as informações que podem ser encontradas em um arquivo desclassificado do FBI, que menciona esses seres como provenientes de um planeta com uma natureza diferente da nossa.