Emirados Árabes está perto de lançar sua primeira missão rumo a Marte

 
 
Dentro de apenas um mês, os Emirados Árabes Unidos (EAU) darão um passo importante em seu programa de exploração espacial. Eles vão lançar uma sonda a Marte, que deve orbitar o planeta vermelho durante aproximadamente 1 ano marciano (687 dias), colhendo informações sobre seu clima.
 
Os Emirados Árabes, atualmente, vêm garantindo uma posição de destaque no cenário de pesquisa espacial: no ano passado, enviaram seu primeiro astronauta à Estação Espacial Internacional (ISS).
 
A Hope Mars Mission está sendo pensada e planejada desde 2014, e hoje, já tem até data para o lançamento: 14 de julho. Se tudo ocorrer como o planejado, a sonda deve seguir por 493 milhões de quilômetros espaço adentro até alcançar a órbita marciana em janeiro de 2021. 
 
A escolha da data também foi algo pensado antes, no próximo ano o país completa seu 50º aniversário, e o grande avanço servirá como uma celebração.
 
A missão não será somente a primeira exploração de Marte pelos EAU, mas também a primeira vez na história em que o clima do planeta vermelho será acompanhado diariamente, com todas suas oscilações.
 
A sonda contará com três sensores para avaliar a composição atmosférica do planeta – uma câmera capaz de medir a poeira e ozônio; um espectrômetro infravermelho focado nas camadas mais baixas da atmosfera e um espectrômetro ultravioleta para medir os níveis de oxigênio e hidrogênio.
 
 
Os primeiros registros devem ser disponibilizados cerca de dois meses depois que a sonda iniciar sua órbita. Os cientistas prometem que as informações serão distribuídas para outros 200 institutos de pesquisa como forma de complementar missões passadas.
 
Para a exploração espacial no geral, a Hope Mars Mission significa a quebra da dominação nesse setor. Nos últimos anos, houve maior participação de outras iniciativas nacionais que não fossem da Nasa ou da Agência Espacial Europeia (ESA). Além disso, empresas privadas também estão tendo maior atuação nos negócios siderais – como a SpaceX, por exemplo.