Depoimentos militares sugerem: Existe uma base alienígena em Manabí, Equador..

Além disso, Luis Jaramillo, enquanto ancorava um submarino perto de Crucita, avistou um OSNI, uma nave não identificado com 100 metros de comprimento.
 
 
 
Uma base alienígena na costa de Manabi? Depoimentos militares descrevem um misterioso "hangar submarino", além de vários avistamentos de OVNIs e OSNIs.
 
Arquivos desclassificados recolhem testemunhos do exército equatoriano, onde descrevem uma espécie de base extraterrestre na costa da província de Manabí, Equador. Segundo ufólogos, o governo está ciente dessa base subaquática. Avistamentos de objetos voadores e objetos subaquáticos não identificados (UFO e OSNI) sempre foram relatados nessas costas desde aproximadamente 1979.
 
O ufólogo equatoriano, Jaime Rodríguez, é um dos pesquisadores mais dedicados ao fenômeno OVNI em Manabí, Equador. Nos anos 2000, ele consultou o então presidente Rafael Correa e promoveu a desclassificação de arquivos sobre casos ufológicos no país. Em 2008, os militares foram autorizados a publicar material audiovisual. 
 
"Base alienígena" subterrânea na costa de Crucita
 
A suposta base alienígena estaria localizada na costa da cidade de Crucita. Segundo um documento de Jaime Rodríguez, entre os casos desclassificados está o do ex-comandante geral da Marinha, almirante Luis Jaramillo:
 
"No comando do submarino SS-101 Shyri, submerso na costa de Manabí, ele detectou a existência de um grande 'hangar submarino'”.
 
 
 
Esse hangar foi detectado através do sonar subaquático. Pilotos da Força Aérea Equatoriana também relataram a presença dessa base enigmática. 
 
Além disso, a Força Aérea perseguiu OVNIs nas proximidades de Crucita, onde teriam desaparecido repentinamente. Até a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) teria perseguido aeronaves não identificadas.
 
Além disso, Luis Jaramillo, enquanto ancorava um submarino perto de Crucita, avistou um OSNI, uma nave não identificado com 100 metros de comprimento.
 
Outra base alienígena nas montanhas Crucita?
 
O piloto, major Leónidas Enríquez, também relatou o avistamento de dois objetos luminosos com movimentos inteligentes. Esses objetos se moveram ameaçadoramente em direção ao avião militar, mas após um movimento de evasão eles se esconderam perto das montanhas de Crucita:
 
"Osirys Luna, operador de radar militar, detectou OVNIs com uma velocidade assustadora, que em segundos se moveram entre Quito e Guayaquil: 'Nenhuma nave no Equador se move a essa velocidade'"
 
Outra relato surpreendente é o de Francisco Paladines, um guarda que trabalhou uma noite em 2007. Ele observou um raio laser que emergiu do céu (origem desconhecida). O laser foi disparado na colina Peñón de Chirije e desprendeu uma pedra em chamas, que desceu a colina.
 
OVNI em Crucita, observado por pilotos da Força Aérea.
 
 
Em Manabi, os avistamentos de OVNIs nunca pararam. O mais impressionante é o hangar subaquático que indica a existência de uma base secreta de origem desconhecida. Um problema é que, apesar dos primeiros relatórios, esse hangar foi ignorado pelas autoridades.