Cientistas descobrem que a Grande Pirâmide do Egito foca energia eletromagnética

02/08/2018 22:27
 
Cientistas da Rússia descobriram uma propriedade bastante incomum da Grande Pirâmide de Gizé, no Egito. O estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade ITMO, na cidade russa de São Petersburgo, envolveu a criação de um modelo da pirâmide e a medição de como a energia das ondas eletromagnéticas é dispersa ou absorvida por sua forma única.
 
Incrivelmente, descobriu-se que a Grande Pirâmide é capaz de coletar e concentrar a energia eletromagnética em suas câmaras e em sua base.
 
Os pesquisadores acreditam que a descoberta poderia levar à criação de células solares mais eficientes.
 
Eles escreveram:
 
Em geral, pode-se concluir que objetos piramidais localizados em um substrato e suportando ressonâncias multipolares podem suprimir significativamente a reflexão de ondas eletromagnéticas incidentes.
 
Nas condições da Terra, isso poderia ser usado para controlar a propagação de ondas de rádio e reflexão.
 
Devido às propriedades de escalonamento, tal comportamento pode ser realizado em diferentes faixas espectrais para parâmetros materiais e geométricos adequados.