Caso AAR - Voo 674

Passageiros, controladores de vôo, inúmeras testemunhas em solo observaram um objeto voador não identificado presente na região.
 
 
 
 
Em 31 de julho de 1995, ocorreu um interessante caso ufológico envolvendo uma aeronave comercial aproximando-se da cidade de Bariloche, na Argentina. Passageiros, controladores de vôo, inúmeras testemunhas em solo observaram um objeto voador não identificado presente na região.
 
O Vôo AR 674, da "Aerolíneas Argentinas" era operado por um Boeing 727, que havia decolado de Buenos Aires para um vôo até San Carlos de Bariloche. A 140 Km da cidade, começaram os preparativos para o pouso no aeroporto. Mas um misterioso blackout atingiu todo o local, deixando-a às escuras, inclusive o aeroporto.
 
 
O controle, em Bariloche, solicitou que o piloto aguardasse uma nova liberação para pouso. Pouco tempo depois, o controle autoriza a aterrissagem do avião. O comandante do voo, então, iniciou uma nova aproximação. Foi então que a tripulação percebeu um estranho objeto luminoso se aproximando do avião no exato momento em que o controle orienta um outro avião que acaba de chegar para pouso na cidade. Este objeto luminoso aproximou-se rapidamente do avião da "Aerolíneas Argentinas" e logo começou a realizar um vôo paralelo. Nesse instante as luzes do aeroporto se apagam novamente, incluindo as luzes da pista de pouso e da trilha de aproximação (quedas de energia e aparelhos não funcionando corretamente são comuns em casos relacionados a naves extraterrestres) .
 
 
 Isso obrigou o piloto à arremeter novamente (arremeter significa cancelar uma tentativa de pouso em andamento e tentar nova aproximação). O estranho objeto torna-se mais luminoso e aproxima-se ainda mais passando por trás do avião, pairando no ar. Logo em seguida, o OVNI acelera novamente, passando a frente do avião, que já realizava uma nova aproximação e desaparece em alta velocidade em direção à Cordilheira dos Andes.
Todos os passageiros do avião da Aerolíneas Argentinas, além de tripulantes e passageiros do outro avião aguardando pouso em Bariloche, operadores da torre de controle, inúmeras pessoas presentes no aeroporto ou nas proximidades, observaram as manobras do estranho objeto luminoso.