Esse poder ser o começo da verdade sobre os OVNIs: Mais 5 pilotos militares comprovam que OVNIs são reais

 
Matéria abaixo postada no site 9 News:
 

Mais pilotos de aviões caça dos Estados Unidos estão relatando encontros com objetos voadores estranhos e não identificados quando operavam suas aeronaves.

 
 
 
Os experientes tenentes Ryan Graves e Danny Accoin, assim como outros três pilotos anônimos, que pilotaram jatos F / A-18 Super Hornet disseram ao New York Times que perceberam os objetos em 2014. Ten Graves e Ten Accoin faziam parte da Esquadrilha VFA -11 ‘Red Rippers’ na época dos alegados incidentes.
 
Na visão de um incidente registrado pela Esquadrilha, Ten Graves, enquanto realizava manobras de treinamento entre Virginia e Flórida fora do porta-aviões Theodore Roosevelt, a silhueta de um objeto estranhamente alongado foi capturada em uma das câmeras dos jatos. Os pilotos registraram as formas voando sobre o oceano em alta velocidade, de repente parando e girando no ar.
 
O tenente disse ao New York Times:
 
"Essas coisas estavam por aí o dia todo. As pessoas viram coisas estranhas em aviões militares por décadas.
 
Estamos executando essa missão muito complexa, para ir 30.000 pés (9.000 m), mergulhando. É uma coisa muito grande ter algo lá em cima."
 
O Tenente Graves e sua equipe relataram os avistamentos para o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais do Departamento de Defesa dos EUA, dirigido pelo Pentágono. No entanto, eles foram descritos como “uma série impressionante de incidentes”.
 
Os supostos avistamentos ocorreram em torno de uma altitude de até 9100 metros e incluíram interações tão próximas que dois pilotos disseram que “quase atingiram uma dessas coisas”.
 
Esses incidentes levaram os pilotos a questionar se os objetos faziam parte de um programa secreto de drones do governo dos EUA, desconhecido do pessoal militar.
 
O programa do Pentágono foi [oficialmente] fechado em 2012, no entanto, novas regras para os pilotos de caça informarem seus avistamentos foram postas em prática… 
 
 
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Matéria abaixo postada no site Ancient Code - sobre o mesmo assunto com mais detalhes:
 

ATENÇÃO: Pilotos da Marinha revelam mais detalhes sobre OVNIs enquanto o Pentágono admite que estuda Fenômenos Aéreos Não Identificados

 
Pilotos veteranos da Marinha de longa data se apresentaram ao New York Times para revelar suas experiências com OVNIs. Eles dizem que encontraram aeronaves que desafiavam todas as explicações, voando mais rápido e parando repentinamente e indo além da capacidade de aeronaves pilotadas por humanos. Os OVNIs podem passar quase invisíveis, no entanto, poderiam ser captados por alguns sistemas de radar mais avançados.
 
Os pilotos, o tenente Graves e o tenente Accoin ficaram surpresos com o que viram, mas não tiveram explicação, pensando que poderiam fazer parte de um programa de drones extremamente avançado. Então um dos UFOs quase atingiu os pilotos voando em formação. Depois disso, eles perceberam que talvez não estivessem lidando com drones, afinal de contas.
 
Um companheiro de esquadrão retornou de uma missão e contou a Graves sobre um encontro chocante e perigoso. Os pilotos estavam com raiva por terem experimentado um quase acidente com a aeronave.
 
 
 
"Eu quase acertei uma dessas coisas", disse o piloto ao tenente Graves.
 
Segundo o Times:
 
“O piloto e seu wingman estavam voando a cerca de 30 metros de distância sobre o Atlântico, a leste de Virginia, quando algo voou entre eles. Para o piloto, disse o tenente Graves, parecia uma esfera que envolvia um cubo."
 
"O incidente assustou tanto o esquadrão que um relatório de segurança de vôo de aviação foi apresentado"
 
Graves estava preocupado com a segurança do esquadrão quando os OVNIs voaram além dos limites do que uma tripulação humana era capaz de fazer.
 
Tenente Graves notou que o OVNI combinava capacidades para alta velocidade, altitude súbita e mudança de direção, e capacidade de flutuação, tudo sem qualquer sinal de fumaça de escapamento ou propulsão. Além disso, a aeronave poderia permanecer voando por longos períodos de tempo, às vezes permanecendo no ar "o dia todo".
 
.
 
 
"Temos helicópteros que podem pairar", disse o tenente Graves. “Temos aeronaves que podem voar a 30.000 pés”. Mas “combine tudo isso em um veículo de algum tipo sem motor a jato"
 
Fonte: Ancient Code \ 9 News \ OVNI hoje