As luzes da Nova Zelândia: repórter em um avião faz registros incríveis de OVNIs..

"Os avistamentos de OVNIs da Nova Zelândia em 31 de dezembro de 1978 são únicos entre os relatórios civis de OVNIs, porque há uma grande quantidade de evidências documentais que incluem as lembranças de sete testemunhas, duas gravações feitas durante os avistamentos, a detecção de alvos nunca antes vistos no radar e um filme colorido do OVNI"
 
 
 
Um contato imediato é capturado em filme: Em 21 de dezembro de 1978, 2 pilotos observaram uma luz estranha sobre o mar perto da Nova Zelândia. Essa luz é captada pelo controle de trafego aéreo de Wellington, e relatos chegam até a mídia local. 
 
No dia 31 de dezembro, os produtores do Canal 10 da Austrália enviaram o reporte Quentin Fogarty com uma equipe para procurar estes mesmos óvnis no céu. 
 
 

 Transmissão de Quentin Fogarty pouco antes do grande evento que iriam presenciar naquela noite:

 "Estamos na sala do radar do aeroporto, e logo vamos voar de novo de avião para retraçar a rota que nós fizemos a alguns minutos. Acabamos de ter noticias que no radar de Wellington ainda temos alvos no setor de Kaikoura. Esperamos ter uma gravação melhor do que da ultima vez. Bom, vamos ver o que acontece..." 
 
 

Segunda Transmissão de Quentin Fogarty; no avião:

 
 
"Estamos a apenas 3 minutos do aeroporto de Christchurch, e já estamos vendo luzes bem brilhantes, uma bem mais brilhante do que a outra. É realmente semelhante a uma 'estrela' bem iluminada, e logo abaixo dela há outra luz com um brilho menor."
 
Pouco antes da meia noite Fogarty decola com o piloto de cargueiro Bill Startup, e durante vários minutos nada aconteceu durante o voo. Mas as 12:05 da noite eles vêem luzes e objetos vindos do lado direito do avião. E nesse momento Fogarty liga a câmera e começa a filmar (o video pode ser visto no final do post).
 
 
 

Terceira transmissão durante o voo; gravando as luzes:

"Parece que eles (os OVNIs) estão viajando junto com o avião, eles estão ao largo da asa deste bordo. A luz mais brilhante ainda esta acima da outra. Ela é muito mais brilhante que qualquer estrela no céu!!" 
 
Para visualizar melhor o objeto, Bill (piloto) vira o avião para a esquerda chegando bem mais perto das luzes.  
 
No solo o controle de trafego aéreo manda uma mensagem inacreditável para Bill:
 
"Existe outro objeto no seu lado esquerdo, e esta se aproximando rapidamente de vocês" 
 
 
 

Quarta transmissão do reporter Fogarty; visualizando o objeto:

 "Estou olhando para a direita do avião, e existe um objeto confirmado pelo radar de Wellington. Ele já esta nos seguindo a um longo tempo... E esta, há mais ou menos, uns 6 km do avião. Parece uma estrela pouco brilhante, que as vezes emite luzes mais fortes, de cor branca e verde" 
 
 Bill, com sua experiência em voo, se aproxima o suficiente para determinar que o objeto é semelhante a um grupo de luzes pulsantes, e fica chocado ao perceber o tamanho do OVNI.  
 
Transmissão vinda dos radares para Bill:
 
 "O objeto esta realmente seguindo vocês, ele dobrou de tamanho... !"
 
 O alvo que estava em formação com eles, havia dobrado de tamanho. E este alvo apareceu nos radares por 36 segundos, e então voltou ao seu tamanho normal... 
 
 
 

Quinta transmissão de Fogarty; ainda gravando os objetos com sua câmera:

"Aquele outro alvo que estava nos seguindo, agora se reuniu a outros 2 alvos. Então, exatamente nesse momento, temos 3 objetos voadores não identificados voando a nossa direita, e um deles já esta nos seguindo a provavelmente a uns 10 minutos!
 
 Pelo menos eu espero que tenhamos visto o suficiente por essa noite... E que o resto da nossa viajem de volta ocorra sem mais avistamentos. Já vimos OVNIs mais do que suficientes por uma noite!"
 
 Este é um dos casos mais importantes da ufologia, já que possuí gravações dos óvnis, transmissões dos eventos, testemunhas extremamente confiaveis incluindo um reporte de televisão que registrou o evento (filmagens do OVNI mais abaixo).
 

History \ Caçadores de Mistérios

Filmagens originais feitas na época das transmissões