Arquivos da KGB revelam que uma força misteriosa foi encontrada na grande pirâmide do Egito

 

 

Os chefes do Kremlin teriam mandado agentes para aquele sítio arqueológico antigo, depois que cientistas escreveram em um relatório da década de 1960 que a descoberta era ‘inexplicável’.

 

O relatório secreto chegou a acrescentar que uma “mensagem parcial decodificada na parede do túmulo indica uma profecia do retorno de antigos deuses alados”.
 
Os espiões também afirmaram ter encontrado “relíquias antigas”, inclusive “um corpo mumificado, um sarcófago de pedra e oito amostras hieroglíficas”.
 
Falando no documentário da Amazon Prime, “The Secret KGB Files”, um ex-mensageiro diplomático da União Soviética descreveu como ele transferiu documentos do Cairo para Moscou.
 
Ele alega que o documento-chave dizia:
 
Meus agentes conseguiram as anotações de um dos cientistas que trabalha na descoberta do Túmulo do Visitante.
 
Durante a inspeção do segmento da parede, notamos uma sensação estranha, uma força repulsiva magnética parecia emanar da rocha.
 
Fomos incapazes de encontrar uma explicação científica.

 

Este documento e outros revelam que os chefes do Kremlin estavam investigando seriamente o mito da pirâmide.
 
 
 
Nas décadas seguintes, os teóricos da conspiração também alegaram que aquelas estruturas possuíam segredos estranhos.
 
Houve até afirmações de que os alienígenas ajudaram os egípcios a construir as pirâmides, ou que aquela antiga civilização simplesmente as encontrou já construídas.
 
O historiador Matt Sibson disse que há evidências que comprovam que as pirâmides foram construídas mais de 5.000 anos antes dos registros existentes.