Arquivos da CIA revelam casos realmente impactantes de OVNIs: Os casos são tão impressionantes quanto o de Roswell

29/06/2018 14:53

Em relatórios que remontam há décadas, testemunhas chocadas descrevem estranhas naves movendo-se a toda velocidade pelos céus. Outros mencionam reuniões com figuras sombrias ou gravações bizarras de ruídos no espaço.

 
 
Os documentos liberados pela CIA detalham um catálogo de encontros misteriosos com discos voadores e alienígenas.
 
Em relatórios que remontam há décadas, testemunhas chocadas descrevem estranhas naves movendo-se a toda velocidade pelos céus. Outros mencionam reuniões com figuras sombrias ou gravações bizarras de ruídos no espaço.
 
E, se forem verdadeiros, os relatos são mais incríveis do que o suposto acidente alienígena em Roswell.
 
NÃO É DESTE MUNDO: A história de Oskar Linke sobre um encontro com OVNI estava entre os documentos detidos pela CIA.
 
Um arquivo de 1952 dá o testemunho juramentado de Oskar Linke, o ex-prefeito de Gleimershausen, na Alemanha. Ele descreve como viu dois homens em “roupas metálicas brilhantes” – um deles com uma lâmpada incandescente em seu corpo.
 
Ao lado deles havia um grande objeto “como um enorme disco” que, quando a filha de Oskar gritou para ele, os seres entraram no objeto.
 
“O objeto subiu para uma posição horizontal”, disse ele, “virou-se para uma cidade vizinha, e depois desapareceu sobre a floresta.”
 
Ele acrescentou:
 
'Eu teria pensado que tanto minha filha quanto eu estávamos sonhando se não fosse pelo elemento seguinte envolvido.
 
Quando o objeto desapareceu, fui para o lugar onde estava. Eu encontrei uma abertura circular no chão e era bastante evidente que havia sido recém cavada.'
 
O arquivo observa quantos outros que viviam na mesma área mais tarde reportaram ter viso um objeto similar a um cometa na época .
 
Outro arquivo daquele ano descreve dois “discos de fogo” espreitando sobre uma mina de urânio no que era então o Congo Belga. Ambos deslizaram em ‘curvas elegantes’, disse uma testemunha ocular, antes de pararem no ar e decolarem em zigue-zague.
 
O Comandante Pierre, que voou atrás deles de um aeródromo em Elisabethville – hoje chamado Lubumbashi, desenhou-os. E o aviador – que é descrito como um ‘oficial confiável’ – previu que sua velocidade seria de aproximadamente 1.500 km/h.
 
ENCONTRO IMEDIATO: O Comandante Pierre até mesmo desenhou o OVNI que viu.
 
 
Mais um relato a partir de maio daquele ano descreve um objeto estranho subindo sobre Barcelona e emitindo flashes de luz. O jornalista que o viu, Valentin Garcia, disse: “O escritório do jornal foi logo inundado com telefonemas de pessoas que tinham visto o objeto.”
 
Avistamentos adicionais de testemunhas diferentes no mês seguinte descrevem encontros semelhantes sobre Argel na Tunísia, e Meknes, Taourirt e Casblanca em Marrocos.

 

COINCIDÊNCIA: Este arquivo registrou vários avistamentos similares na Espanha, Tunísia e Marrocos.

 

 

Fonte\Fonte