Arqueologia Proibida: O mistério das pirâmides da Venezuela

 
 
César Contreras disse que as construções são muito semelhantes às obras de aborígines da América Central (os maias) e lamenta que a investigação do local não seja financiada.
 
A Venezuela teria três pirâmides ocultas? Há muita controvérsia e sigilo sobre essas estruturas semi-enterradas nas montanhas. 
 
Três possíveis pirâmides megalíticas foram encontradas cobertas em um terreno montanhoso. Apenas suas fundações foram escavadas. Isso é relatado desde 2003 e diz-se que é muito difícil chegar à sua localização exata. Essas estruturas são relatadas ter 17.000 anos!
 
Pirâmides na Venezuela: Origem Misteriosa
 
 
Elas foram descobertas na cidade de Pregonero, no estado de Táchira. Essas chamadas pirâmides venezuelanas foram descritas como edifícios megalíticos cuja arquitetura poderia estar relacionada à de outros povos da América do Sul, como os do Equador, onde estruturas semelhantes foram encontradas.
 
Um dos lados escavados conclui que pelo menos uma das pirâmides foi construída com um ângulo de inclinação de 30 graus. Algo incomum é que as três pirâmides foram relatadas como perfeitamente alinhadas com as Grandes Pirâmides do Egito.
 
Ao lado das estruturas existe uma figura ou escultura misteriosa. Isso não foi investigado, porque parece haver muitos problemas de financiamento do governo para pesquisas arqueológicas.
 
História oculta
 
 
 
O canal EurekaV apresentou uma reportagem em vídeo sobre isso. O informante disse que o assunto dessas pirâmides estava sendo "censurado" pela mídia venezuelana e que o local só podia ser visitado através de excursões particulares.
 
Segundo o que foi noticiado, em 2003 passou um documentário francês sobre o assunto, e que os arqueólogos franceses relataram a descoberta ao então presidente da Venezuela, Hugo Chávez, mas que ele não lhe daria importância, continuando com a construção da hidrelétrica de Las Cuevas naquela região. 
 
As pirâmides são "uma parte mínima de uma cidade ou cidadela".
 
Um artigo publicado em SteemIt diz que o sítio arqueológico é difícil de alcançar, pois é cercado por terrenos densamente arborizados. Ele também diz que, o que se sabe sobre as pirâmides é que elas foram construídas por uma civilização desconhecida muito antiga. 
 
 
 
César Molina, escritor do artigo SteemIt, afirma que conheceu Raúl Contreras, morador da cidade de Pregonero. Contreras disse que as construções são muito semelhantes às obras de aborígines da América Central (os maias) e lamenta que a investigação do local não seja financiada.
 
Fontes acessadas:
 
*https://elmundodelmisterio.com/
*https://www.youtube.com/watch?v=JHq0VnBMC-M&feature=emb_title
 
Video Abaixo