Arqueologia Proibida: Contato extraterrestre foi totalmente apagado da Bíblia...??

 
 
A Bíblia ainda oculta muitos mistérios, lacunas na trama e situações que geraram confusão e debate em todo o mundo. Um desses casos está relacionado a Enoque, o profeta que contatou seres de outros mundos e que foi excluído das sagradas escrituras.
 
A história de Enoque na Bíblia não é clara e, de fato, está aberta à reinterpretação, a ponto dos estudiosos bíblicos ainda não concordarem com ela.
 
A única coisa que fica evidente sobre sua vida é que ele pertence a uma era pré-diluviana, viveu 365 anos (lembre-se que a Bíblia menciona que muitos patriarcas viveram mais de 700 anos), além disso, ele não morreu, mas "foi com Deus."
 
Seu nascimento ocorreu 7 gerações depois de Adão. No livro de Gênesis, pode-se ler que "Enoque andou fielmente com Deus". Essa linha o distinguia do resto dos homens que habitavam a Terra, nos dias tenebrosos antes do dilúvio.
 
Durante aquele longo período de vida, Enoque promulgou sua fé e obedeceu aos mandamentos de Deus até o fim de seus dias, por isso o Senhor evitou passar pela experiência da morte e decidiu "elevá-lo".
 
Linha um tanto ambígua e sobre a qual a Bíblia não dá mais explicações. Mas, tal terminologia não é típica da Bíblia e implica que Enoque não teve uma morte física natural, foi simplesmente trazido por Deus para que não estivesse mais presente na Terra.
 
"Enoque não morreu, ele simplesmente deixou de existir porque Deus o levou embora." Gênesis 4:24
 
No entanto, outro profeta teve o mesmo destino de Enoque, Elias, que também foi "arrebatado" por Deus por meio de um "grande redemoinho".
 
Por coincidência, a Bíblia também menciona que os únicos sobreviventes do Grande Dilúvio Universal foram o bisneto de Enoque, Noé, junto com toda a sua família.
 
Os textos deletados...
 
No período entre o Antigo e o Novo Testamento, surgiram vários livros creditados a Enoque, porém não são considerados parte do cânon das Escrituras.
 
Os livros de Enoque descrevem em grande detalhe vários eventos nos capítulos 1-6 de Gênesis. Descreve a passagem de Enoque a misteriosos lugares no céu nunca antes vistos ou descritos por ninguem.
 
O Livro de Enoque é um texto extraordinário, que foi censurado por sua origem misteriosa e suas informações, descritas por alguns como perigosas. 
 
O que levaria a pensar que a Igreja Católica o censurava por ser um texto revelador e arriscado para sua doutrina. Foi escrito em hebraico 100 anos antes de Cristo. 
 
Ele havia sido quase totalmente perdido no século 4 DC. Mas foi recuperado na Etiópia pelo explorador James Bruce em 1773. A principal razão para não incluí-lo na Bíblia, para fazê-lo como um "livro proibido", é que a Igreja Católica concluiu que o texto não foi escrito por Enoque, mas por vários autores hebreus. No entanto, o profeta viveu antes do dilúvio universal bíblico, mais de 2.000 anos antes do terceiro século a.C..
 
 
A polêmica gerada pelo Livro de Enoque, desde sua descoberta até o presente, permanece intacta. A igreja cristã não leva isso em consideração no cânone bíblico, apesar de todas as informações relevantes que possui. 
 
Por que a igreja insiste em excluir esses manuscritos? Porque esses textos mencionam histórias e personagens que a Santa Sé negou ao longo de sua existência, como a existência dos gigantes.
 
No entanto, a questão mais importante é o contato que Enoque teve ao longo dos anos com "seres que vieram do céu", também chamados de seres supremos ou "observadores".
 
"Estando sozinho em minha morada, dois homens de grande estatura apareceram diante de mim, seus rostos brilhavam como o sol, suas vestes e suas vozes eram magníficas."
 
Para os teólogos, Enoque se refere aos anjos. Porém, ao ler as descrições desses seres, onde asas ou halos não se destacam, é normal que teóricos como Erich von Däniken os interpretem como extraterrestres responsáveis ​​pelas primeiras abduções.
 
Em outra seção, você também pode ler:
 
“E outro exército de carros veio e sobre eles estavam homens montados, e eles se moviam com os ventos do céu, de leste a oeste até o meio-dia. Você podia ouvir os carros rolando e eu estava com muito medo.
 
Aqui pode ser claramente entendido que esses anjos não voavam por seus próprios meios, mas usavam "carros voadores", com uma descrição muito semelhante a naves ou aviões.
 
Com o passar dos anos, Enoque permaneceu fiel à sua fé e crença. Depois de um tempo, quando já estava bem mais velho, um grupo de anjos apareceu na casa de Enoque e o levou embora. Também podemos ler esta cena nos últimos parágrafos do Livro de Enoque:
 
"A carne de Enoque se transformou em chamas, os tendões em fogo, os ossos em brasas e os olhos em tochas, o cabelo em raios de luz, e o envolveu na tempestade, no redemoinho, no trovão e no relâmpago até que desapareceu "
 
 
Mesmo caso de Elias, um redemoinho e o desaparecimento físico do profeta. Podemos concluir que a quantidade de informações "incômodas" contidas nesses textos é o verdadeiro motivo de sua censura por parte da Igreja Católica.
 
Não há dúvida de que Enoque poderia facilmente encabeçar a lista dos primeiros homens a ter contato com seres extraterrestres e que, além disso, deixou um registro desses encontros. Apesar da igreja tentar excluí-lo do cânone histórico.
 
Fonte: 'Universe Inside You'
 
Respeite o conteudo do site, não copie sem autorização!!