Aparições de seres estranhos na estrada: Algo estranho e não identificado esta aparecendo para muitas pessoas nas estradas dos EUA

 
 
Dirigir por uma estrada remota à noite pode ser uma experiência surreal. Às vezes parece que algo verdadeiramente fora do comum vai rastejar para fora do abismo da escuridão noturna, algo para o qual não há explicação racional, e que muitas vezes volta para a escuridão antes de você até ter tempo para suspirar de surpresa. 
 
Uma das coisas mais estranhas que se pode encontrar aqui na escuridão das rodovias noturnas é o que tem sido chamado de “Trolls da Estrada”, ou "seres desconhecidos", e é bem difícil categorizá-lo.
 
Escrito extensivamente pelo autor Jerry D. Coleman em seus livros (um deles é Strange Highways), o fenômeno do 'Road Troll' é bastante estranho, e abrange uma série de reportagens e relatos bastante distantes um do outro dando descrições similares de um uma certa criatura parecida com um 'troll', supostamente rondando as rodovias, em sua maioria de caminhoneiros que faziam a viagem solitária ao longo de estradas escuras nas partes sul e centro-oeste dos Estados Unidos. 
 
A criatura é frequentemente descrita como um ser humanóide de algum tipo e peluda, algumas vezes (raramente) vestindo roupas estranhas (desgastadas), as vezes sendo confundida com um andarilho, isso até o motorista se aproximar e ver que a criatura talvez não seja completamente humana.
 
A 'erupção' de avistamentos estranhos aparentemente começou em 1981, com uma visão muito bizarra feita por um caminhoneiro chamado Gary Durbin, de Effingham, Illinois. Naquele ano, Durbin aparentemente estava viajando por um remoto trecho de estrada através da Montanha Tyson em Arkansas, a leste da Floresta Nacional de Ouachita, carregando uma carga de frango em direção a Chicago. 
 
 
 
O caminho era bastante monotono, escuro e com inúmeras curvas apertadas para percorrer, e em certo momento ele passou pelo que parecia um estranho homem parado na esquina de uma dessas curvas traiçoeiras. Na época, Durbin achava que ele era apenas um andarilho. No entanto, Durbin continuou seu caminho, mas curioso sobre quem ele vira. Era algo muito bizarro ainda para ele. Estranhamente não seria seu último encontro com o estranho ser.
 
Durbin parou o caminhão na estrada para uma xícara de café, mas logo continuou seu percurso novamente, viajando pela I-55 e finalmente ultrapassando a linha do estado em Missouri, onde parou em um área de descanso. Quando ele saiu da área de descanso, ele afirma que ele mais uma vez viu o estranho homem parado ali ao longo da estrada, apenas olhando para ele, o que causou uma onda de choque e surpresa em Durbin. 
 
Ele argumentou para si mesmo que o estranho deve ter pegado uma carona para chegar tão longe na frente dele, mas era tudo muito inquietante para dizer o mínimo. Bizarramente, Durbin ao longo dos anos viu a criatura curiosa um total de 5 vezes em locais bem distantes como o Texas central, Arkansas, sul do Missouri, sul do Mississippi e norte da Flórida.
 
De acordo com Coleman, muitos outros caminhoneiros aparentemente viram o mesmo tipo de entidade que assombra as rodovias noturnas da América. Em quase todos os relatos, a descrição da aparência é muito próxima, se não idêntica a: "uma criatura humanóide com muitos pelos cobrindo o rosto e o corpo". Alguns caminhoneiros o chamaram de bigfoot, por causa dos pelos e do tamanho.
 
Em 1983, Coleman entrevistou uma mulher conhecida apenas como “Barb” (não quis revelar seu verdadeiro nome), de Des Plaines, Illinois, que lhe contou sobre um encontro bastante assustador que ela teve com possivelmente a mesma criatura assombrosa. Barb alegou que fizera uma viagem de carro para visitar sua irmã no Alabama e chegou ao seu destino sem incidentes. Ao encontrar sua irmã, as duas foram a caminho de um shopping na área, que ficava na I-20 e na I-59 de Green Pond.
 
 Ao chegarem, passaram por um “homem de aparência selvagem” ao lado da estrada, que foi descrito como tendo cerca de 1,80 m de altura, com cabelos ou pelos muito longos em seu rosto:
 
"O homem ou o que quer que fosse, apenas olhou para nós, um olhar de curiosidade eu diria. Eu me senti culpada por não chamar a polícia para verificar isso. Depois de ver a criatura ou o que quer que fosse, isso mudou totalmente nossos planos. Nós não fomos para o shopping como planejado, em vez disso, paramos em um lugar próximo e sentamos em silêncio para nos recompor"
 
Mais tarde, ela sentiu que poderia ter sido um presságio alertando-a sobre um possível desastre. Ela disse a Coleman que quando ela voltou para casa, aparentemente cerca de três horas antes do planejado, descobriu-se que o filho de sua irmã tinha caído de uma árvore a tal ponto que um fragmento de osso apareceu na pele. Como haviam voltado cedo, eles foram capazes de levá-lo para a sala de emergência.
 
Outro avistamento foi registrado no inverno de 1998, quando um caminhoneiro que quer ser chamava apenas “Gunslinger” estava indo para Chicago, Illinois. De acordo com Gunslinger, quando ele estava a cerca de 12 a 14 milhas de Alton, Illinois, ele viu o que parecia ser um homem peludo, enorme, mancando ao lado da estrada. Tão estranha era a aparência da figura solitária que ele desacelerou a caminhonete. Ele ficou chocado ao ver que era ainda mais bizarro do que ele contava. 
 
 
 
"Tinha mais de 1,80 m de altura (talvez até 7 pés de altura), e cabelos longos que cobriam o rosto e os braços. Não se moveu até que o caminhão chegou até ele, eu estava indo devagar e dei uma excelente olhada nele, eu honestamente não achei que fosse real, mas depois que virou a cabeça e olhou na minha direção..! Eu não tenho certeza do que eu vi, parecia uma criatura selvagem, eu tenho certeza que não era um homem comum"
 
Em 2000, houve pelo menos duas aparições separadas da estranha criatura. O primeiro foi em março daquele ano, quando um caminhoneiro chamado Brad Royalty alega ter visto um homem grande, com cabelos por todo o corpo. No verão daquele mesmo ano, uma equipe de caminhoneiros viu um humanoide enorme e cheio de pelos em Boonville, Missouri. 
 
Os avistamentos continuaram, em junho de 2003, um pastor chamado Jim Washington viu a mesma coisa enquanto ele estava dirigindo para uma missa no Tennessee. Ele observou um homem peludo que parecia mancar ao longo da rodovia I-181, nos arredores da cidade de Unicoi:
 

"Ele parecia bem selvagem e estranho, seu olhar era diferente... Eu não posso explicar, mas ele parecia perdido."

 

Fonte