Anomalia dentro de uma piramide em Sardenha indica que a estrutura pode ter sido usada como uma doca para grandes aeronaves

02/01/2019 14:24

Incrivelmente a plataforma no topo da estrutura esta especificamente posicionada para sustentar uma nave de grande porte, e a rampa presente na estrutura foi possivelmente usada para carregar ou descarregar suprimentos.

 
 
A pirâmide de degraus conhecida como 'Monte d'Accoddi' foi construida por volta de 4.000 a.C, mas sua finalidade ainda continua sendo um mistério. 
 
Giorgio A. Tsoukalos: "Essa estrutura parece um tipo de pirâmide de degraus, quase como o zigurate que existia na Mesopotâmia. Isso é muito interessante porque, como é possivel que exista uma piramide de degraus em Sardinia e na Mesopotâmia?
 
Além disso, tambem existe uma algo parecido com essa estrutura nas Ilhas Cánarias, na ilha de Tenerife." 
 
Arqueólogos descobriram que a estrutura original do 'Monte d'Accoddi' foi completamente coberta com uma mistura de camadas de terra e pedras por volta de 2800 a.C., e que a plataforma embaixo mostra fortes evidencias de ter sido exposta ao fogo. 
 
 
Isso levou alguns teoricos dos antigos astronautas a especularem que essa estrutura pode ter servido a um propósito unico de auxiliar a vida extraterrestre. 
 
Segundo os teoricos do antigo astronauta, no passado remoto, esses lugares possivelmente foram usados como algum tipo de doca de carregamento para aeronaves de origem alienigena. 
 
Incrivelmente a plataforma no topo da estrutura esta especificamente posicionada para sustentar uma nave de grande porte, e a rampa presente na estrutura foi possivelmente usada para carregar ou descarregar suprimentos.
 
 
 
Muitos se perguntam hoje se esse antigo zigurate não era, na verdade, algum tipo de plataforma especial antiga. 
 
As maravilhas arquitetonicas da Sardenha foram realmente construidas há milhares de anos para servir ás necessidades de uma raça extraterrestre...? Para Giorgio e outros teóricos dos antigos astronautas sim, e existiam varios deles ao redor do mundo. 
 
Fonte: History