A Pirâmide de Zawyet El Aryan: Evidencias claras de tecnologia alienígena!!

 
 
Grandes blocos de granito pesando cerca de 30 toneladas fizeram parte da construção desse local; As paredes pareciam ter sido cortadas com precisão a laser!!
 

"Tudo o que resta agora é uma base quadrada sobre a qual o núcleo da pirâmide teria sido construído. Um sarcófago de granito rosa foi encontrado em uma vala que corta a estrutura. Suspeita-se da existência de câmaras subterrâneas, mas não foram possíveis escavações, pois a estrutura agora faz parte de uma zona militar restrita. Ela também é chamada de pirâmide do norte"
 
A maiorias das pessoas não sabe que perto do famoso trio de Pirâmides de Gizé no Egito, existem outras duas piramides, das quais apenas suas fundações permanecem. 
 
Uma delas é chamada de 'Pirâmide do Norte de Zawyet El Aryan', quase 5 km a sudoeste de Gizé; a outra, menor, é chamada de Pirâmide de Camadas.
 
 
A maioria dos arqueólogos pensam que estas são apenas pirâmides inacabadas, mas alguns teóricos dos antigos astronautas acreditam que elas foram realmente destruídas há muito tempo atrás.
 
A verdade descoberta...
 
A pirâmide não esta inacabada, a estrutura subterrânea não é uma câmara funerária ou um tumulo, e a 'banheira ou piscina' de granito que encontraram não é um sarcófago.
 
Indo á fonte original encontramos mais respostas, que, nesse caso, é o arqueólogo italiano Alessandro Barsanti, que encontrou os restos da piramide em 1900 e começou a cavar em 1904. 
 
Seu relatório original, em francês, contem descrições dos corredores subterrâneos, da câmara e da banheira ou piscina de pedra oval. Sua descrição dessa banheira de pedra e como ela foi selada e protegida é algo incrível.
 
Embora Barsanti tenha ficado impressionado com a alta qualidade do trabalho em pedra do poço, ninguém mais investigou esse monumento.
 
Desde 1964, a pirâmide foi colocada em uma área militar restrita e outras escavações são proibidas.
 
 
 
Toda a base da Pirâmide do Norte de Zawyet El Aryan é cortada do calcário local. Sua base tem 200 metros, o que a tornaria quase tão alta quanto a Grande Pirâmide de Gizé. 
 
Os arqueólogos ainda atribuem esse espaço interior a uma função funerária, onde o faraó deveria estar enterrado, apesar de todos os baús de pedra (que não eram sarcófagos) encontrados na piramide estarem vazios - todos os faraós foram enterrados no Vale dos Reis.  
 
Como muitos pesquisadores apontam, a construção das pirâmides e seu design interior mostram que elas eram dispositivos tecnológicos destinados a coletar energia, da Terra e do Cosmos, e provavelmente usavam essa energia para vários propósitos.
 
Alguns pesquisadores dizem que os construtores de pirâmides (na Atlântida) usavam líquidos e gases dentro das piramides, o que é interessante por causa do tanque de granito na base da pirâmide Norte do Inacabada de Zawyet El Aryan.
 
Outros dizem que as 'veias' subterrâneas de água produziam eletricidade e vibrações sonoras que foram amplificadas pela construção da piramide.
 
O arqueólogo italiano Alessandro Barsanti nos deixou algumas descrições bem interessantes. Seu relatório original foi publicado nos Anais do Serviço de Antiguidades do Egito, volume VII, do 'Institut Français d'Archéologie Orientale du Caire' (Instituto Francês de Arqueologia Oriental), em 1906.
 
 
Embora não sobre muito dos restos de Zawyet El Aryan, podemos apontar algumas características que a tornam não um tumulo, mas uma construção tecnológica, cujo o objetivo ainda não sabemos. 
 
A piscina de pedra é o achado mais interessante de todos.. Tinha uma tampa de granito perfeitamente ajustada no topo e era polida como um espelho por dentro.
 
Porque era necessário que essa piscina de pedra tivesse um espelho interior liso? E porque era oval, mais difícil de fazer do que uma simples caixa retangular? Qual era seu verdadeiro objetivo?
 
Outras passagens subterrâneas...
 
Poderia haver mais passagens subterrâneas ainda não descobertas, uma vez que Barsanti observou que, após uma forte chuva, 'o poço foi inundado a uma altura de três metros. Á meia noite, a água caiu em aproximadamente um metro'.
 
Porque será que as autoridades não estão interessadas em novas escavações para ivestigar essas passagens? E porque será que esta área esta em uma zona militar restrita?
 
Como a piramide teria sido destruida?
 
Alguns estudiosos acreditam que elas (as pirâmides) foram construídas como dispositivos de energia; a certa altura, algo deu errado com a tecnologia e as explosões aconteceram, danificando e até destruindo algumas pirâmides. Uma delas foi a Pirâmide do Norte de Zawyet El Aryan - isso explicaria porque muitas pedras foram encontradas espalhadas em torno dela.
 
Tecnologia avançada na pirâmide..
 
 
 
Todo o piso da câmara está revestido com enormes blocos de granito. Os blocos medem 4,5 m (15 pés) de comprimento e 2,5 m (8,2 pés) de espessura e pesam até 9 toneladas cada.
 
No extremo oeste da câmara, há uma característica curiosa: uma banheira oval cortada em um dos blocos de granito da fundação. Geralmente é chamado de sarcófago, mas esse claramente não é o caso. 
 
O corredor descendente tem 100 metros de comprimento, 25 metros de largura e 30 metros de profundidade. Alexandre Moret, um egiptólogo francês (1869-1938) que visitou o local após a descoberta ficou impressionado com a qualidade da construção:
 
 “As paredes da cavidade (corredor e câmara) são simplesmente cortadas perfeitamente (algo nunca antes visto); os perfis têm tanta nitidez que parece que foram cortados da rocha com um fio esticado, como se fosse um torrão de manteiga.” (Fonte: Au Temps des Pharaons.) 
 
Esse grau de nivelamento e cantos afiados é simplesmente incrivel como muitas construções antigas que se acreditam que foram cordadas com precisão a laser. Pensamos que é significativo que ele tenha feito essa observação, pois ele não disse que as paredes estavam cinzeladas, pois isso deixaria sinais evidentes dos cinzéis usados.
 
Quando Barsanti começou a limpar o corredor, encontrou entre os escombros grandes blocos de calcário e granito: "Às vezes, eles eram de dimensões consideráveis ​​e alguns pesavam três ou quatro toneladas". Ele achava que os antigos egípcios os haviam jogado para preencher o espaço, mas provavelmente faziam parte do teto do corredor que desabou - o que deixa tudo ainda mais inacreditavel.
 
Foi a primeira indicação de que os construtores também usaram grandes blocos de pedra pesada. Lembre-se de que os 'supostos' construtores, os egípcios dinásticos, só tinham ferramentas de cobre, bronze e ferro (que são macias). No momento, só podemos cortar granito com arame de aço ou serras com ponta de diamante. Os egípcios dinásticos não cortaram esses grandes blocos de granito e certamente não tiveram a capacidade de movê-los de pedreiras distantes. Por que usar blocos de granito de várias toneladas para construir uma tumba?
 
Entrada na Câmara
 
Ao limpar o corredor descendente, Barsanti encontrou no fundo uma estranha construção feita de blocos de granito: “Nesse ponto, encontramos um grande bloco de granito pesando cerca de 30 toneladas, que foi colocado horizontalmente na superfície de outros blocos que pareciam formar a calçada do poço. (...) Descendo ainda mais, encontrei outros dois blocos do mesmo tamanho ou tamanho similar (...)."
 
A Câmara
 
Tendo entrado na câmara subterrânea, Barsanti descobriu que todo o piso era feito de grandes blocos de granito.
 
Pense nisso: Se você deseja construir uma câmara funerária subterrânea, pode facilmente cortar uma bela câmara da rocha calcária. Por que fazer o imenso esforço de extrair, mover e pavimentar a câmara com enormes blocos de granito? Os construtores originais queriam passar por esse problema, porque era essencial para o objetivo tecnológico da construção...
 
O tubo (piscina ou banheira)
 
 
Embora Barsanti nunca tenha chamado de sarcófago os arqueólogos modernos ainda o chamam. Alexandre Moret, o arqueólogo francês mencionado anteriormente, também não o chamou de sarcófago; ele chamou de barril: “Em um dos blocos de granito, um tipo de barril oval foi cortado; tem dois metros de comprimento e um metro de profundidade; uma linda tampa; A coisa toda é polida como um espelho e modelada com o mesmo cuidado que um ornamento.”
 
Chamo-lhe Banheira, porque Barsanti disse que uma vez continha um líquido com base nos sinais que encontrou dentro quando abriu a 'piscina' selada. Esta é a descrição de Barsanti, que é bastante intrigante. 
 
Observações finais..
 
Desde 1960, grande parte da área perto de Zawyet El Aryan é restrita para uso como base militar. O acesso às pirâmides é restrito desde 1964. Não são permitidas novas escavações. As condições do local são desconhecidas até o momento.