A misteriosa nuvem de fumaça com 900 milhas de extensão em Marte esta causando grandes debates...

16/11/2018 09:12
 
 
A Agência Espacial Europeia (ESA) está de olho na curiosa "nuvem".
 
Há uma misteriosa nuvem de pluma de 900 milhas, vista em várias imagens tiradas da órbita de Marte.
 
A imensa nuvem de pluma de 1500 quilômetros de comprimento se formou perto do vulcão ArsiaMons, de 20 quilômetros de altura, em Marte.
 
No entanto, a pluma, dizem os cientistas, não foi criada pelo vulcão que permaneceu adormecido por milênios.
 
Em vez disso, os especialistas propõem que a nuvem de plumas foi criada pela nuvem de gelo "impulsionada pela influência do declive do vulcão sobre o fluxo de ar" 
 
Falando sobre a estranha pluma, a Agência Espacial Européia escreveu:
 
"A aparência da nuvem varia ao longo do dia marciano, crescendo em extensão durante a manhã a favor do vento, quase paralela ao equador, e alcançando um tamanho tão impressionante que poderia torná-lo visível até mesmo para os telescópios da Terra."
 
A presença da estranha nuvem pode ser vista nesta imagem tirada em 10 de outubro de 2018, pela Visual Monitoring Camera (VMC) da Mars Express, informa a Agência Espacial Européia.
 
 
Desde 13 de setembro, a Agência Espacial Européia vem observando a estranha formação.
 

Tempestades de poeira e como elas afetam o planeta

 
Especialistas dizem que as imagens recentes de Marte, tomadas após uma grande tempestade de poeira em junho e julho, ajudarão os astrônomos a entender como as tempestades de poeira afetam o desenvolvimento das nuvens durante o ano milenar.
 
A tempestade de poeira, que ocorreu em junho e julho de 2018, atravessou mais de 18 milhões de quilômetros quadrados, uma área maior que a da América do Norte.
 
 
A monstruosa tempestade de poeira que varreu Marte é responsável pelos problemas que o rover Opportunity da NASA está experimentando atualmente. Desde a tempestade de poeira, o rover não conseguiu ligar para 'casa', causando preocupação entre os especialistas da missão.