A Atlântida dos Hopi: Apareceram seres que não eram humanos, com a qual erigiram enormes construções avançadas

 
 
Alguns habitantes foram transportados no que os Hopi chamam de "escudos voadores" e "pássaros trovejantes", nomeados pelo barulho alto que emitiam. 
 
 
Existem inúmeras lendas sobre terras secretas ou perdidas, cidades ocultas magníficas ou ilhas fantasmas enigmáticas, mas essas histórias sobre terras ou continentes afundados merecem um interesse maior.. Esses tipos de relatos são apresentados em diferentes culturas.
 
Alguns dos exemplos mais importantes a esse respeito seriam continentes como Lemuria, Mu, Kumari Kandan e, é claro, o 'naufrágio' da Atlântida.
 
Mas, em diferentes culturas, há também histórias semelhantes, um exemplo é a 'Atlântida' dos Hopi que pode ser amplamente investigada pelo engenheiro Josef F. Blumrich que, entre outras tarefas, participou da construção da Saturno V e trabalhou como diretor do departamento da NASA. Ele foi até um dos membros mais antigos desta comunidade (Hopi) para saber sobre as lendas antigas de seu povo.
 
"Essas narrativas falam que em tempos remotos, apareceram seres que não eram humanos, mas que mantinham a mesma aparência, que se destacavam por sua grande sabedoria que lhes permitia desenvolver tecnologia avançada com a qual erigiram enormes construções na superfície e no subsolo."
 
 
Para os Hopi, atualmente estamos no quarto mundo de um total de sete que estão destinados a acontecer, sendo que a transição de um desses mundos para outro marca algum tipo de cataclismo.
 
A destruição causada pela transição do terceiro para o quarto mundo deveu-se às águas que eventualmente engoliram Kasskara.
 
Kasskara seria uma terra localizada no Oceano Pacífico, onde seus antepassados moravam, mas havia também um outro lugar chamado "Terra Oriental", cujo povo começou a conquistar novos territórios, o que acabou causando um conflito com os habitantes de Kasskara que tentaram resistir a todo custo.
 
A Terra Oriental possuía um armamento que era capaz de sacudir a Terra (tecnologia avançada) e, com medo de que Kasskara pudesse ser destruída, os seres sábios tentaram ajudar esse povo, evacuando a população por mar e ar.
 
Alguns habitantes foram transportados no que os Hopi chamam de "escudos voadores" e "pássaros trovejantes", nomeados pelo barulho alto que emitiam. Por mar, por sua vez, eles se mudavam em barcos e canoas que eram guiados por esses sábios para um lugar seguro.
 
Para aqueles que não puderam ser evacuados a tempo, um tipo de escudo invisível foi arranjado contra o qual os projéteis inimigos se desintegraram com o impacto.
 
 
 
Assim, os sobreviventes deste conflito acabaram chegando na América, enquanto as terras em disputa afundavam no oceano.
 
Algum tempo depois, os sábios a quem os Hopi chamaram Katchinas foram embora, pouco a pouco, seus ensinamentos acabaram sendo diluídos no tempo até serem esquecidos, embora alguns anciãos Hopi ainda os mantenham em sua memória.