Símbolos da Floresta? Marcas da bruxa e do rei esculpidas em árvores inglesas

25/08/2021

Durante um longo período, as marcas de bruxa e do rei ficaram sem um único registro oficial.. Elas foram esculpidas em árvores na New Forest em Hampshire,

Segredos Simbólicos

Alguns seres humanos deixaram bandeiras nos pólos do planeta Terra, enquanto outros marcaram suas pegadas na superfície da lua, e nossos antigos ancestrais pintaram desenhos abstratos nas paredes das cavernas, todos querendo dizer a mesma coisa: "nós somos humanos, e nós estávamos aqui." No entanto, aqueles que não conseguiram explorar as regiões mais incríveis e perigosas deste planeta ou mesmo de outro, ficam com apenas algumas opções para deixar suas marcas na história, e um dos selos mais favorecidos do 'estávamos aqui', foi a árvore escultura.

As marcas de árvores recém-descobertas em uma floresta inglesa incluem "marcas de bruxa", às quais retornaremos, e a marca mais comum, que está sendo chamada de "Marca do Rei".

As autoridades da região retratam essas marcas ou símbolos como um tipo de "graffiti antigo" e cada uma foi registrada em fotografia e compilada em um novo banco de informações da Autoridade do Parque Nacional de New Forest, mas então, o que são essas marcas de "bruxa" e do "rei"? E por que todos elas foram esculpidos nesses determinados pedaços de árvores?

Os Sinais Perdidos de Reis, Soldados e Bruxas

O arqueológico Lawrence Shaw informou em um comunicado à imprensa que algumas das árvores da floresta chegam a ter até 1.000 anos, o que significa que as marcas podem ter séculos e séculos.

Ele também informou que muitas das árvores permaneceram praticamente intocadas depois que o ferro e o aço foram adicionados na construção naval (isso tirou o foco das arvores), embora essas árvores tivessem recebido sua marca real, uma "marca do rei", que foi gravada na casca da árvore para identificar as árvores a serem cortadas para construção e utilização naval do material.

Ele explicou que muitas outras marcas e iniciais esculpidas foram feitas por militares dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, enquanto eles estavam estacionados no campo de aviação RAF Stoney Cross - um antigo aeródromo da Segunda Guerra Mundial em New Forest, Hampshire.

Existem também exemplos de círculos concêntricos ou mais conhecidas como 'marcas de bruxa', que os arqueólogos florestais dizem ter sido esculpidos em árvores para afastar as entidades malignas e obscuras.

De acordo com os caçadores de bruxas durante o ponto mais turbulento dos julgamentos das bruxas na Europa, a "marca da bruxa ou do diabo" (como é popularmente conhecido) indicava que um indivíduo era uma bruxa. Mas nos séculos 17 e 18, símbolos circulares foram esculpidos em janelas e portas viradas para o sul na crença de que as bruxas temiam a totalidade e perfeição do círculo, que entrava em conflito com o caos inerente das bruxas.