Pode ter ocorrido uma explosão na Grande Pirâmide do Egito no passado?? 

31/08/2021

As novas câmeras encontradas dentro da Grande Pirâmide continuam atraindo a atenção de vários espectadores em todo o mundo. Locais que até agora eram desconhecidos, tornaram-se mais um atrativo deste monumento. Essas descobertas recentes na pirâmide revelam vestígios de uma explosão? Vamos ver o que alguns especialistas dizem sobre o assunto.

Como acontece com a maioria dos monumentos antigos, a Grande Pirâmide não revela todos os segredos escondidos nela de forma fácil. E foi exatamente isso que o Dr. Zahi Hawass, um conhecido ex-presidente do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, apontou.

Devido às várias anomalias encontradas no monumento, Hawass sugeriu que a Pirâmide pode ter experimentado algum tipo de cataclismo. Possivelmente foi uma explosão que acabou virando uma 'usina' ativa. No entanto, alguns estudos recentes examinam o possível fato com maior profundidade.

Características inexplicáveis ​​encontrados dentro

Ao entrar na Grande Pirâmide estão as câmaras internas onde se encontra a tumba de um rei. É aí que foram encontradas algumas anomalias que chamam a atenção. Por exemplo, nas vigas de granito do teto da sala, podem ser observadas fissuras significativamente marcadas.

Embora os egiptólogos sugiram que pode ser devido a um terremoto, o meio ambiente não parece ter sido afetado. É impressionante que nem a Passagem Descendente nem a Câmara Subterrânea apresentem vestígios de qualquer evento sísmico. É por isso que a teoria de um terremoto foi descartada das opções principais.

Por outro lado, as paredes da Câmara do Rei estão separadas e salientes acima do solo. Além disso, a pesquisadora Chriss Dunn mencionou que a caixa de pedra da Câmara tem a cor marrom chocolate e não a cor rosa do granito de Aswan, material do qual foi originalmente feita. Esses detalhes podem apoiar a teoria de que uma explosão ou um grande impacto de energia atingiu esta pirâmide.

Evidências extras de uma possível explosão

Outras anomalias que são observadas dentro da Grande Pirâmide são encontradas na parede superior do teto da Grande Galeria. A parede, de granito, revela pontos escuros agudos que podem muito bem ser o efeito de uma explosão ou de uma grande exposição ao calor.

Outro aspecto que chama a atenção é a presença de alguns orifícios retangulares dispostos de forma ordenada ao longo das rampas laterais da galeria. Egiptólogos como Mark Lehner e Zahi Hawass especulam que pode ter sido o local de descanso das estátuas de Khufu. No entanto, até agora nenhum vestígio dessas estátuas foi encontrado. 

Nesse sentido, outros pesquisadores sugerem que esses buracos fossem usados ​​para armazenar dispositivos que amplificariam a energia produzida na pirâmide. As marcas escuras encontradas no teto, logo na direção das aberturas, podem ser evidências de que os dispositivos explodiram devido ao cataclismo que ocorreu.

Consultas confirmando o possível cataclismo

Em 2003, o professor egípcio Abd'El Hkim Awyan falou sobre o que sua tradição oral ensinava. Ele mencionou que há registros de um cataclismo ocorrido há cerca de 11.500 anos. Segundo ele, pode ser resultado de um sobrevoo de um cometa, do ataque de um meteorito ou de qualquer outra atividade celestial.

Por outro lado, algumas investigações realizadas em construções ao redor da Grande Pirâmide, como a de Abu Roash, mostram um possível cataclismo na área. Lá você pode ver as ruínas de uma pirâmide antiga e, embora se diga que era uma construção inacabada, a teoria de que o cataclismo a destruiu não parece nada ilógica.

Um cataclismo que afetou muitas pirâmides

As várias investigações de exploradores e egiptólogos parecem demonstrar que um evento explosivo ocorreu há milhares de anos na área onde a Grande Pirâmide está localizada. E para falar a verdade, é possível que o evento tenha afetado todas as pirâmides de alvenaria da Terra de Osíris. 

As anomalias encontradas na Grande Pirâmide, tanto no teto quanto nas paredes de suas câmaras principais, supõem a presença de uma explosão ou cataclismo. No entanto, as investigações não param para descobrir todos os segredos escondidos no referido monumento.

ATENÇÃO: Respeite o conteúdo do SITE, não copie sem autorização (conteúdo 100% protegido)