Evidências de florestas tropicais antigas encontradas sob o gelo da Antártica

07/12/2021

O avanço da tecnologia colocou ferramentas realmente úteis nas mãos da ciência para fazer grandes descobertas científicas. Talvez uma das mais relevantes seja a descoberta de vestígios fósseis que correspondem a uma floresta tropical que existiu na Antártica, há mais de 90 milhões de anos.

Por incrível que pareça, o lugar inóspito que conhecemos hoje já foi uma exuberante floresta tropical. Suas características seriam semelhantes às encontradas na Nova Zelândia, conforme evidenciado por evidências coletadas em sedimentos extraídos do fundo do mar.

Evidencia conclusiva

O trabalho de pesquisa foi realizado em conjunto por pesquisadores da Alemanha e do Reino Unido. Com equipamentos e recursos de última geração, eles conseguiram extrair matéria orgânica, além de esporos e pólen.

A análise desses elementos nos permitiu recriar o clima e a vegetação que a Antártica possuía há 90 milhões de anos. O pólen, embora fossilizado, estava em boas condições para análise, assim como os restos da planta. O material objeto de estudo foi coletado de um sedimento bem próximo ao Pólo Sul, pertencente ao período Cretáceo.

De acordo com os resultados obtidos pelos cientistas, os resíduos vegetais mostram que, naquela época, a costa oeste da Antártica era uma floresta temperada (pantanosa). Além disso, o continente tinha um clima quente no período pré-histórico.

O meticuloso estudo revelou que a temperatura média anual do ar poderia rondar os 12º Celsius, mas que no verão poderia subir para 20º. Enquanto a temperatura dos pântanos e das águas dos rios, seria de aproximadamente 20 graus centígrados.

Esta pesquisa revela condições climáticas muito diferentes daquelas que conhecemos atualmente. Seria um lugar quente, por onde os dinossauros caminharam.

O estudo realizado confirma que, nos últimos 140 milhões de anos, o período Cretáceo foi o mais quente da história do planeta. Outra informação interessante encontrada pelo grupo de pesquisadores diz respeito ao nível dos oceanos. Acredita-se que estes teriam um nível que ultrapassaria 170 metros de altura.

Uma descoberta fascinante

Sem dúvida, saber que a Antártica foi coberta por uma floresta tropical há mais de 90 milhões de anos é uma descoberta fascinante. Pensar que as grandes criaturas da pré-história percorreram o que hoje são aquelas enormes camadas de gelo, nos enche de espanto.

Ainda mais impressionantes são as evidências que os confirmam, pois são bem sustentadas pelas mentes brilhantes e reconhecidas de nosso tempo. A coleta das amostras, bem como a análise e documentação dos dados são indiscutíveis.