As Maravilhas Artísticas das Estepes da Ásia Central

02/01/2024

Andrey Astafyev, um arqueólogo dedicado, passou duas décadas investigando as estepes do Cazaquistão. Sua busca incessante o levou a descobrir relíquias da Idade da Pedra, artefatos da Idade do Bronze e vestígios das épocas da Rota da Seda e do Império Russo.

Em uma reviravolta recente, Astafyev subiu uma montanha isolada e, inspirado pelas antigas gravuras rupestres da região, decidiu criar suas próprias obras monumentais. Utilizando tecnologia de ponta como GPS e drones, ele esculpiu imensos geoglifos na paisagem, representando figuras como uma ovelha Argali gigante, um arqueiro a cavalo e um camelo estilizado, cada um medindo centenas de metros.

Estas novas adições à paisagem da Ásia Central, feitas como uma homenagem às linhas de Nazca do Peru e à arte rupestre local, serão visíveis até mesmo do espaço, quando atualizadas nas imagens de satélite do Google Earth. Astafyev tomou cuidado para não perturbar a beleza natural da região com suas criações.

Este projeto é um exemplo da contínua influência humana sobre o planeta, especialmente na era do Antropoceno, caracterizada pela transformação ambiental causada pela humanidade. Ele destaca como, ao longo da história, as marcas deixadas pelas gerações passadas – seja através de estradas construídas, necrópoles desconhecidas ou antigas trilhas de caravanas – contam uma história rica e complexa sobre a nossa relação com a Terra.

Astafyev, em seu projeto pessoal e familiar, une o antigo ao moderno, deixando sua própria marca na tapeçaria histórica e cultural das estepes cazaques.