Arqueólogos encontram uma misteriosa face humana em dolmens de 4.200 anos....

25/08/2021

Um raro exemplo de rocha e arte megalítica foi recentemente identificada no norte de Israel, incluindo uma curiosa face esculpida na rocha que lembra muito descrições de seres alienígenas do tipo grey... Mas isso é só uma teoria entre algumas que vamos ver no texto abaixo:

Essa incrível descoberta faz parte de um grande projeto para estudar as rochas espalhadas na área de Golã e Galiléia, que remonta a 4.200 anos.

"São túmulos antigos e foram construídos por um grupo de pessoas cuja a existência só sabemos por que levantaram essas estruturas", relata Gonen Sharon, um dos autores do estudo.

Decorando esses enormes megálitos, destaca-se o desenho de um rebanho de animais, no que seria o primeiro exemplo de arte rupestre zoomórfica na região.

No entanto, uma das coisas que mais chamou a atenção dos pesquisadores foi o que parece ser um rosto humanóide esculpido no exterior de uma pedra angular, misteriosamente localizado no centro de um círculo de pequenas rochas, e encontrado no campo de dolmen de Qiryat Shemona.

Essas linhas são precisamente posicionadas para se ajustar à forma geral da pedra angular e claro, para se assemelhar a um rosto humano: os dois pares de linhas curtas marcam os olhos, e a linha longa representa a boca da figura - sem nariz aparentemente ou outras características.

"Claro, esta é uma das muitas explicações provaveis para a localização e o significado dessas linhas esculpidas", detalham os pesquisadores.

Teóricos acreditam que a expressão facial lembra até algumas representações de alienígenas Greys. Essas representações e descrições de alienígenas greys são geralmente realizadas por pessoas que alegam terem sido abduzidas.

Estranhamente é o único de seu tipo... Isso levanta ainda mais mistérios sobre esse misterioso rosto!!

Supondo que a face seja intencional, pode ser único, o que na visão dos autores corrobora a ideia de que se trata de arte rupestre e não de linhas aleatórias.

"Essa arte abriu uma janela, um mundo além das pedras", disse Sharon. "Quais foram os seus pensamentos? Sua religião? Isso nos permite dar uma olhada em suas crenças e cultura. "

A questão que permanece é: com que propósito os povos antigos transformaram a pedra em um rosto humanoide? Talvez fosse um símbolo de culto desconhecido, sugerem os arqueólogos israelenses.