Zumbido misterioso de origem desconhecida tem levado as pessoas a loucura em nível mundial

19/05/2017 08:56

Cientistas confirmaram a causa de um ruído estranho que tem sido emanado da terra e tem intrigado as pessoas por mais de quarenta anos – segundo alguns o zumbido já foi até o fator de suicídio.

O zumbido tornou-se um assunto mundialmente conhecido chegando a aparecer em manchetes de jornais no Reino Unido. 
 
Na Grã-Bretanha, o exemplo mais famoso foi o “Zumbido de Bristol” que chegou aos jornais no final dos anos 70. Um jornal perguntou à alguns leitores da cidade: “Você já ouviu o zumbido?” E pelo menos 800 pessoas disseram que sim – de acordo com a BBC – sendo que alguns tinham sofrido dores de cabeça e hemorragias nasais.
 
O barulho foi descrito como o de “um carro a diesel percorrendo uma longa distância” disse um entrevistado pela BBC. O som tem levado pessoas a loucura nas tentativas de descobrir do que se tratava. Especialmente quando só podem ouvi-lo em casa e durante a noite.
 
As pessoas que vivem na costa sul queixaram-se de um som constante e de baixa intensidade pelo qual não encontraram nenhuma causa. Foi confundido com vazamento de tubos, postes de telefone, parques eólicos, a até comunicações submarinas de baixa freqüência.
 
"Durante os primeiros anos eu perdi o sono, não conseguia me concentrar e era incapaz de fazer qualquer coisa. Eu chorava constantemente, colocando uma grande pressão sobre meu marido. O zumbido me fez mudar de uma pessoa ativa e criativa para uma pessoa pessimista e zangada”, disse uma mulher em 1994 à revista The Independent.
 
Muitos médicos culparam as audições dos pacientes, até que o Hospital de Addenbrooke em Cambridge tivesse confirmado, nos anos 90, que a causa era externa.
 
No entanto, a busca pela verdade só pode enfim acabar quando os pesquisadores descobriram que a atividade microsismica de longas ondas oceânicas, que afetam o leito do mar, é o que faz nosso planeta vibrar e produzir o zumbido.
 
 
A pressão das ondas no fundo do mar geram ondas sísmicas que causam oscilações na Terra, disse Fabrice Ardhuin, pesquisador sênior do Centro Nacional de Pesquisa Científica na França.
 
As ondas contínuas produzem sons com duração de 13 a 300 segundos. Elas podem ser ouvidas por uma quantidade relativamente pequena de pessoas – que são sensíveis aos zumbidos – e também por instrumentos sísmicos.
 
“Nós demos um grande passo na explicação deste misterioso sinal, de onde ele vem e qual é o seu mecanismo”, disse Ardhuin sobre um estudo publicado na Geophysical Research Letters, uma revista exclusiva da União Geofísica Americana.
 
Compreender o zumbido também pode ajudar os pesquisadores a obterem um melhor conhecimento da estrutura da Terra: as ondas microsismicas penetram através do manto da Terra, de modo que a gravação dessas ondas podem dar aos cientistas uma visão muito mais detalhada do que está acontecendo lá embaixo.