Você já ouviu falar de lagos que explodem? Saiba que isso pode acontecer

13/10/2014 22:48

 

Nosso universo está repleto de catástrofes naturais de todos os tipos e magnitudes, quase todas estudadas a fundo pela Ciência. No entanto, apesar do medo generalizado causado por furacões, terremotos e tsunamis, muitos ignoram o perigo real existente em um raro fenômeno: os lagos que explodem. Apesar de parecer estranho, a explosão de um lago foi exatamente o que aconteceu no dia 15 de agosto de 1984, mais precisamente o lago Nyos, em Camarões, e dois anos depois, no lago Monoun, no mesmo país. O primeiro deixou um saldo de 37 pessoas e milhares de vacas mortas. O segundo foi ainda pior: 1.700 pessoas e 3.500 animais perderam a vida.

Em ambos os casos, uma nuvem branca, bastante carregada se expandiu por quase 30 quilômetros sobre o lago antes da dita explosão. No começo, se pensou que o enxofre havia provocado a explosão, hipótese que em seguida foi descartada. O caso foi estudado detalhadamente pelo geólogo William Evans, que, entrevistando testemunhas, descobriu que o cheiro emanado pelo lago durante as explosões era bastante semelhante ao descrito por pilotos da Segunda Guerra Mundial, quando expostos a altas concentrações de CO2. “Quando as mostras de água foram analisadas, poucos dias depois do evento, havia entre 90 e 99% de CO2”, explica Evans. Sua liberação de forma tão repentina causou a explosão.

A causa do estranho evento pode residir no deslizamento de terras, já que em ambos os lagos eles ocorreram. Pouco antes das explosões, a concentração de dióxido de carbono já era três vezes maior do que o limite suportado pelo ser humano. Apesar de pouco comum, o fenômeno poderia acontecer novamente, com consequências calamitosas. O lago Kivi, em Ruanda, por exemplo, tem uma quantidade de metano tão grande que seria capaz de abastecer a demanda de eletricidade dos Estados Unidos inteiro. Caso explodisse, as perdas humanas seriam incalculáveis.

 

Fonte : history