Vestígios de uma enorme Arca são encontradas no Monte Ararat na Turquia

25/05/2017 11:07
 
 
Na Bíblia, a Arca de Noé é o 'navio' criado para resistir á inundação pela qual Deus poupa Noé, sua família e um 'remanescente' de todos os animais do mundo do dilúvio.
 
De acordo com Gênesis, Deus deu instruções a Noé para construir a arca. Sete dias antes do dilúvio, Deus disse a Noé para entrar na arca com sua familia e animais. A história continua com a arca flutuando por 150 dias até encalhar sobre as montanhas com a diminuição do nivel de água.
 
Durante séculos, exploradores, arqueólogos e especialistas bíblicos procuraram o navio (ou Arca) misterioso, chegando a acreditar que não passava de um mito.
 
No entanto, uma equipe de exploradores acredita firmemente que eles encontraram evidências da Arca de Noé sob neve e detritos vulcânicos no Monte Ararat na Turquia, exatamente onde a Bíblia disse que estaria.
 
"Não sei de nenhuma expedição que tenha ido à procura da arca e não a encontrou", disse Paul Zimansky, um arqueólogo especializado no Oriente Médio na Stony Brook University, no Estado de Nova York.
 
De acordo com a Noah’s Ark Ministries International, uma equipe já teria recuperado peças de madeira de uma estrutura maciça que, de acordo com os resultados iniciais de datação de carbono, data de cerca de 4.800 anos. Os restos da possivel arca foram encontradas a cerca de 13.000 pés acima do nível do mar.
 
"Não é 100% certo que seja a Arca de Noé, (...) porem as chances de que possa ser ela são muito boas" disse Yeung Wing-cheung ao Daily Mail, que tem acompanhado os exploradores.
 
 
De acordo com relatos, a equipe de exploradores afirma ter encontrado em 2007 e 2008 sete grandes compartimentos de madeira enterrados a 4.000 metros acima do nível do mar, perto do pico do Monte Ararat.
 
“A estrutura é dividida em diferentes espaços”, disse o membro da equipe da Noah’s Ark Ministries International em um comunicado.
 
"Acreditamos que a estrutura de madeira que encontramos é a mesma estrutura registrada em contos históricos..."
 
De acordo com a equipe de exploradores, isto é uma forte evidência da Arca de Noé e da grande inundação.
 
"Caminhamos cerca de 100 metros para outro local. Eu podia ver fragmentos de madeira quebrados embutidos em uma geleira, com cerca de 20 metros de comprimento."
 
O grupo de exploradores está firmemente convencido de que descobriram paredes de madeira, portas, e escadarias que compuseram a Arca de Noé há 4.800 anos atrás, que sobreviveram a uma catastrofe global conhecida como a grande enchente.