Algo muito semelhante a Stonehenge é encontrado por pesquisadores !!

16/10/2016 15:16

Esta formação de rochas australiana poderia ser mais velha do que Stonehenge e as pirâmides do Egito...

 
 
Os pesquisadores estão investigando uma formação de pedras australiana, e dizem ter novas evidências para sugerir que ela poderia ser o primeiro observatório do mundo.
 
Além de ser a primeira evidência física de seres humanos usando ferramentas para observar a atividade do céu, o sitio arqueológico poderia revelar exatamente como os "astrônomos antigos" monitoravam o movimento do Sol ao longo do ano, e a relação destas observações a sua cultura.
 
"Os geólogos e especialistas estimam que esta formação tenha cerca de 10.000 anos de idade, e existam provavelmente apenas cerca de sete formações rochosas como esta registradas em Victoria, e muitas delas ja foram destruídas",  disse o membro da equipe local Melissa Davey ao The Guardian .
 
"O objetivo da pesquisa é descobrir com mais precisão quantos anos ela tem, e estamos trabalhando para tê-lo na lista do patrimônio nacional australiano e possivelmente até mesmo tê-lo classificado como patrimônio mundial."
 
A formação australiana é semelhante ao Stonehenge, que consiste em 90 blocos de basalto cuidadosamente colocados, e está localizado a 45 km (28 milhas) a oeste de Melbourne pelo Monte Rothwell. A localização exata não foi divulgada.
 
A equipe, liderada por Duane Hamacher da Universidade de Monash, acredita que os blocos de diferentes tamanhos estão alinhados de uma maneira que acompanha os solstícios de inverno e verão, e os "antigos astrônomos" teriam usado a paisagem circundante para descobrir sua colocação.
 
 
"Há algumas cadeias de montanhas ao redor do local, e se você chegar em determinadas posições dentro da formação de pedras, você verá três grandes montanhas e três grandes rochas que as imitam," Abrahams disse ao The Guardian.
 
"As pedras variam em tamanho indo da altura dos joelhos até a cintura, e embora alguns deles tenham mudado de lugar ao longo dos anos, tem uma grande parte que permaneceu intacta."
 
Os pesquisadores estimam que as pedras datam de cerca de 11.000 anos atrás, o que torna a formação de pedras australiana ainda mais velha do que Stonehenge e as pirâmides do Egito - dois sítios arqueológicos que parecem ter sido usados para estudos astronômicos.
 
Eles também dizem ter encontrado evidências de 'gilgies' - terraços usados para a agricultura - em torno do local, o que sugere que o sitio arqueológico foi usado para manter o controle das estações utilizando o movimento das estrelas, possivelmente por razões agrícolas.
 
"Eles entendem muito bem os movimentos do Sol, da Lua, dos planetas e das estrelas ao longo do ano (...)", disse Hamish Hamacher Fitzsimmons ao ABC News.