Triangulo dos Grandes Lagos

17/09/2015 19:06

 

"Em determinados locais do globo terrestre existem lugares específicos onde ocorrem misteriosos e inexplicáveis desaparecimentos de pessoas, navios e até de aviões. Um desses locais, o mais famoso, é o Triângulo das Bermudas no Oceano Atlântico.

Mas também existe um outro, embora com uma área menor, mas em proporções, com maior incidência de ocorrências sinistras.

Seu nome? "Triângulo de Michigan!"

 
O Lago Michigan [Coordenada GPS do Ponto Central: Latitude / Longitude = 43°22'43.00"N, 87° 8'15.00"W], é um dos cinco Grandes Lagos da América do Norte.
É o único dos cinco Grandes Lagos de Água Doce completamente dentro das fronteiras dos Estados Unidos; os outros quatro são partilhados com o Canadá.
O Lago Michigan limita-se, em sentido horário a partir do sul, pelos Estados americanos de Indiana, Illinois, Wisconsin, e Michigan, cujo nome deriva do lago.
Com uma superfície de 57750 km², é o maior lago de água doce nos EUA, e o quinto no mundo.
O seu ponto mais profundo é a 281 m e contém um volume de cerca de 4 918 km³ de água.
A sua superfíce fica a 580 pés acima do nível do mar, o mesmo que o lago Huron, com que está ligado através dos estreitos de Mackinac. Geologicamente, o Michigan e o Huron formam uma única massa de água.
 
 
Mas o lago Michigan não é somente um grande lago com suas belezas naturais e destaques de grandezas geográficas.
Ele também é um local de mistério que vem intrigando pessoas e autoridades desde muito tempo atrás.
Nesse imenso lago ocorrem, e já ocorreram, inúmeros desaparecimentos de pessoas, embracações e até de aviões, além dos inúmeros avistamento de OVNI's que vem sendo relatados ao longo dos anos.
Os misteriosos incidentes que aconteceram no Lago Michigan foram mapeados, indicando que as incidências ocorrem em uma determinada área, a qual foi delimitada em formato de "Triângulo", sendo chamada ao longo do tempo de "Triângulo de Michigan", devido a sua similaridade com o famoso "Triângulo das Bermudas", responsável por inúmeros e inexplicáveis desaparecimentos de navios, aviões e até de tripulações inteiras, sendo os primeiros relatos datados ainda do século XV.
 

Caso vôo 2501 da Companhia Aéreas "Northwest"

 
Não apenas inúmeros navios desapareceram na área chamada de "Triângulo de Michigan", mas cerca de 40 aviões desapareceram nessa área ao longo dos anos.
Provavelmente o mais famoso dos casos, foi o desaparecimento misterioso do vôo 2501 da Companhia Aéreas "Northwest", que decolou de Nova York e dirigia-se para para Minneapolis em junho de 1950, e quando sobrevoava o lago Michigan, misteriosamente caiu, matando toda a tripulação e passageiros, sendo que seus destroços nunca foram encontrados, mesmo sendo procurados exaustivamente até por equipes especializadas utilizando recursos avançados, como sonar.
O que espantou as autoridades que investigaram esse incidente, é de que a aeronave do vôo 2501 era um "DC-4", um Turbo-Hélice com 4 motores potentes, e que tinha capacidade de enfrentar grandes turbulências e situações adversas, podendo ainda perder dois de seus motores e ainda continuar no ar.
Mas o que teria provocado essa estranha queda do vôo 2501 e talvez principalmente, onde estaria a sua fuselagem, a qual jamais foi descoberta?
Outros fatos estranhos que ocorrem no "Triângulo de Michigan" envolvem os inúmeros e intensos avistamento de OVNI's.
Os casos de presença de OVNI's na região é tão grande, que a Administração de Aviação Federal dos Estados Unidos criou um serviço especial para catalogar os avistamentos relatados.
 

Caso Thomas Hume

Entre o mais estranho dos mistérios foi o desaparecimento da escuna Thomas Hume, que desapareceu sem deixar vestígios em um vendaval Lago Michigan em 21 de maio de 1891, enquanto navegava vazio de Chicago para Muskegon, Michigan, com o objetivo de pegar uma carga de madeira serrada.
Sete marinheiros, incluindo o capitão George C. Albrecht, foram perdidos com o navio.
Mesmo tendo sido feita uma grande busca em toda a região, nenhum pedaço de madeira ou um pedaço de destroços de um naufrágio foi jamais encontrado.
Os marinheiros idosos e experientes, disseram que o Hume, um navio de madeira, não poderia ter afundado sem ter deixado alguns destroços flutuando em uma grande área.
Até os dias de hoje, o desaparecimento do Hume permanece sem solução.
 

O estranho desaparecimento em Kinross

 
Na noite de 23 de novembro de 1953, o radar da Base Aérea de Truax detectou um sinal não identificado sobre Kinross, EUA. Por ser uma área restrita, o sinal não podia ser identificado com facilidade, então um caça F-89 foi interceptá-lo. O radar de terra captou o avião, pilotado pelo tenente Felix Moncla Jr., na direção de um OVNI.
 
O pessoal de terra perguntou à R.R. Wilson, o oficial de radar da aeronave, se ele já tinha rastreado o OVNI. Ele disse que não e então continuaram. O OVNI estava pairando e acelerou quando ambos ficaram sobre os Lagos Superiores. Com o radar de terra captando os dois, Moncla começou a caçá-lo a mais de 500mph. Por 9 minutos a perseguição continuou, com Moncla se aproximando do OVNI e possibilitando a Wilson fixar o objeto no seu radar. A caçada continuou até o jato ficar bem próximo ao OVNI e então Moncla o interceptou.
 
Ninguém tem certeza do que aconteceu depois. Os dois "blips" na tela do radar pareciam ter se fundido e a princípio ninguém se alarmou. Eles não tinham um radar que medisse a altitude e pensaram que o avião estivesse embaixo do OVNI, mas os "blips" não se separaram. Eles ficaram assim, juntos, por um momento, depois um único sinal apagou-se da tela. Tentativas de contato com Moncla pelo rádio foram em vão. Parecia que eles não tinham sobrevivido à colisão, se foi de fato o que aconteceu. A unidade de busca e resgate foi acionada. Eles procuraram no último ponto em que o avião foi detectado. Todos acreditavam que iriam achar Moncla e Wilson, pois eles tinham equipamentos suficientes para sobrevivência se caíssem no lago.
As buscas continuaram, mas as esperanças já eram muito pequenas de encontrá-los vivos, embora todos pensassem que o avião tivesse caído, mas nada foi encontrado. A Força Aérea tentou explicar o que ocorreu dizendo que Moncla seguiu um DC-3 canadense, depois, quando estaria retornando à base teve problemas e caiu, mas estranhamente ele não se comunicou com a base. 
O governo do Canadá negou que tivesse qualquer avião naquela área, naquela data. Também foi dito que ele poderia ter se sentido mal causando o acidente, mas ele teria passado o controle à Wilson. A Força Aérea disse ainda que o avião poderia ter explodido, mas nenhum destroço foi encontrado…
 
 

Caso OM McFarland

 
Uma das mais famosas histórias de desaparecimento de tripulantes inclui o caso do Cargueiro OM McFarland.
Em abril de 1937, o Capitão George Donnor estava indo com seu navio para Port Washington, Wisconsin.
Então em um determinado momento o capitão decidiu se retirar para sua cabine para descansar, e deu ordens para ser despertado às 06:00'.
Quando chegou o horário, 06:00', alguns tripulantes foram até a cabine do capitão para acordá-lo.
Bateram na porta mas o capitão não atendeu. Insistiram, e como não obtiveram resposta, arrombaram a porta e tiveram uma surpresa:
O Capitão não estava lá. Havia desaparecido e nunca mais foi visto. 
O mais estranho é que a porta, assim como as escotilhas da cabine estavam trancadas por dentro.
O que teria acontecido com o Capitão George Donnor? Como ele desapareceu de dentro de uma cabine trancada por dentro?
 

Caso Aviões Fantasma

 
Outros fatos estranhos que acontecem em relação ao "Triângulo de Michigan", são o surgimento de estranhas imagens de "Aviões Fantasmas" nos radares do Aeroporto Internacional de O'Hare, que monitora também o tráfego nessa região.
As imagens desses misteriosos "Aviões Fantasmas" sugem nos radares, confundindo os controladores do vôo, chegando a provocar pequenas confusões no expediente.
Observa-se que essas imagens surgem e desaparecem misteriosamente sem explicações, não sendo provocadas por defeito de equipamentos, pois os mesmos foram checados e estão em ordem.
 

Lake Reporting Service

 
O caso dos desparecimentos no Lago Michiga é tão sério e preocupante, que devido aos inúmeros casos ocorridos na região, a "Federal Aviation Administration", há vários anos criou um serviço especial, chamado de "Lake Reporting Service", o qual orienta os pilotos de aviões que sobrevoam o lago à enviar relatórios contínuos de condições de vôo para bases terrestres, sendo que se houver um atrazo de superior à 10 minutos, é iniciada automaticamente uma operação de buscas pela região.
 
Diversos livros e reportagens foram feitos sobre os misteriosos acontecimentos ocorridos no Lago Michigan, sendo que devido ao tamanho da área envolvida nas ocorrências, faz com que o "Triângulo de Michigan" provoque mais casos de desaparecimentos do que o próprio 'Triângulo das Bermudas", o qual embora tenha provocado um número bem superior desses casos, possui uma área 16 vezes maior do que a área do 'Triângulo de Michigan", fazendo dessa área uma das mais perigosas e misteriosas existentes no planeta.