Traços de uma civilização perdida? Pesquisadores encontram centenas de estruturas misteriosas na Amazônia

07/02/2017 09:06

Arqueólogos descobriram centenas de estruturas enigmáticas localizadas na Amazônia, que acredita-se terem sido construídas há mais de 2.000 anos atrás. Essas misteriosas estruturas permaneceram escondidas durante séculos e revelam que o local não está tão intocado quanto acreditávamos no passado. 

 
 
As estruturas antigas fascinantes provavelmente foram construídas por uma civilização desconhecida.
 
A idéia tradicional que muitos historiadores compartilham é que antes da chegada dos espanhóis e Portugueses no século XV, não havia nenhum civilização avançada na região amazônica. Mas, dado o fato que o desmatamento revelou muitos dos segredos ocultos da área, os estudiosos estão confiantes de que uma civilização avançada habitou a área em um passado distante. 
 
 
As inúmeras imagens aéreas e de satélite são reveladoras, uma complexa rede de estruturas, estradas, e possivelmente até mesmo assentamentos, que até agora tinham permanecido escondidas sob as camadas de arvores impenetráveis, agora estão surgindo aos poucos.
 
Estas notáveis terraplenagens foram descobertas devido ao rápido desmatamento, que permitiu que os especialistas descobrem mais de 450 geoglifos maciços na floresta tropical.
 
 
Embora o seu tamanho e complexidade tenha pegado os arqueólogos de surpresa, os especialistas ainda não têm certeza sobre qual foi o seu objetivo exato, no entanto, alguns autores especulam que os locais maciços podem ter sido usados esporadicamente como locais de encontro ritual.
 
As estruturas maciças - assustadoramente semelhantes a Stonehenge - ocupam cerca de 13.000 quilômetros quadrados no Acre, no oeste da Amazônia brasileira.
 
Cientistas do Reino Unido e do Brasil disseram que essas estruturas provam que a Amazônia não está tão intocada quanto acreditávam no passado.
 
"O fato dessa estrutura ter ficado escondida durante tanto tempo sob a floresta, mostra a ideia de que realmente a floresta amazônica é um ecossistema imaculado" afirmou a Dra. Jennifer Watling, pesquisadora do Museu de Arqueologia
 
 
Os cientistas dizem que os antigos modificaram a florestas por milênios, construindo pequenas clareiras temporárias para erguer essas misteriosas estruturas. Eles transformaram o ambiente usando arvores como palmeiras para trabalhar.
 
Porem as descobertas incriveis de povos antigos que habitavam o local não devem ser usados como justificativa para continuar o desmatamento insustentável praticado hoje. Mas sim como mais um motivo para a preservação da floresta mais incrível do mundo.