Sinais repetitivos são captados do espaço !

07/03/2016 17:35
 
 
 
A possibilidade de que a vida alienígena exista em outros lugares lá fora, no vasto Universo, permanece uma prospecção tentadora para os cientistas, à medida que eles continuam a fazer varreduras da galáxia à procura de potenciais mensagens, ou ‘rajadas’ de sinais de rádio, enviadas por civilizações alienígenas inteligentes.
 
Os cientistas captaram outro grupo de sinais de rádio vindos do espaço, mas desta vez os sinais estão de fato se repetindo, e os ovniólogos acreditam que estas poderiam ser na verdade mensagens de civilizações extraterrestre.
 
Os sinais de rádio gravados são originários do que os cientistas chamam de ‘objeto muito poderoso’, localizado fora de nossa galáxia; um objeto que poderia provar, de uma vez por todas, que não estamos sós no Universo.
 
Embora ambos cientistas e ovniólogos descreveram a descoberta como sendo sensacional, uma relação da descoberta com a vida extraterrestre não seria a única possibilidade; o fato de que um sinal repetitivo foi interceptado pode significar algo diferente.
 
Os astrônomos já investigaram rajadas anômalas de rádio vindas de fora do sistema solar, mas eles as explicaram como sendo ‘eventos raros’.  Porém, como já explicado pelos cientistas, estes sinais em questão são repetitivos, o que deixou os astrônomos intrigados, já que tal evento nunca foi registrado antes.
 
O estudante canadense de Ph.D. Paul Scholz, da Universidade McGill em Montreal, descreveu os misteriosos sinais repetitivos como sendo “muito empolgantes”.  Ele disse: “Eu sabia imediatamente que a descoberta iria ser de extrema importância”.
 
Antes desta nova descoberta, os astrônomos acreditavam que as rajadas rápidas de rádio eram eventos que ocorriam somente uma vez durante situações cataclísmicas, como quando uma estrela que explode e se torna uma supernova, por exemplo, ou uma estrela de nêutron entra em colapso e se torna um buraco negro.  Mas os sinais estão se repetindo, e vêm de uma mesma fonte.  Assim, esses eventos citados são improváveis de serem a causa destes últimos sinais de rádio.
 
“Não somente estas rajadas de rádio são repetitivas, mas sua clareza e área de alcance também são diferentes das outras”, menciona Laura Spitler, autora de um novo trabalho.
 
Contudo, há muitas pessoas que sugerem que estes tipos de sinais sejam algo que poderia ser esperado de civilizações alienígenas no cosmos, e se trata de um evento que pode provar em definitivo o fato de não estarmos sós no Universo.
 
Jill Tarter, ex-diretora da Procura por Inteligência Extraterrestre (SETI), disse:“Estes são intrigantes como evidência de tecnologia extraterrestre”.
 
“Estamos mostrando que, seja lá qual for a bateria que impulsiona estas FRBs (sigla em inglês para Rajadas Rápidas de Rádio), ela recarrega em minutos”, disse James Cardes, um professor astrônomo da Universidade Cornell.  “A energia do evento é muito problemática.  Estamos detectando estas FRBs vindas de muito longe, o que significa que elas são intrinsecamente muito poderosas.  Seja lá o que esteja produzindo estas FRBs, não pode ser destruído pelas rajadas, porque de outra forma o que reproduziria o próximo pulso?”
 
Se os cientistas descobriram ou não sinais de rádio alienígenas é algo que ainda estão a debater, mas esperamos que no futuro compreendamos melhor o que está causando estes sinais anômalos, e de onde estão vindo… e talvez, afinal, os alienígenas poderiam estar por detrás disso.