Inacreditável: O que foi encontrado na Antártida segundo especialistas é absolutamente inexplicável, raro e incomum.. Enfim vestígios de tecnologia

12/06/2017 17:34
 
 
Na Antártida em baixo de 3 km de gelo encontrasse um corpo de água de 12.500 km² chamado Lago Vostok, é de longe o maior dos quase 400 lagos do continente que estão completamente cobertos pelo gelo. 
 
Em 2001 pilotos coletando dados no local registraram irregularidades incomuns e significativas no campo magnético no canto sudeste do Lago Vostok.
 
Abrangendo uma área notável de 250 km de comprimento e 40 km de largura, a região anômala produz uma quantidade surpreendentemente alta de energia magnética. Essa anomalia tem cerca de 80 km de diâmetro e é algo que poderia ser comparado com o campo magnético que é gerado por uma cidade.
 
Christopher Chancon, pesquisador, já esteve na área de Vostok varias vezes participando de expedições de pesquisa, e relatou o que encontrou por la: 
 
"Quando estavamos na área nós registramos uma anomalia magnética, e também encontramos outras anomalias magnéticas que estavam na verdade se movendo de um lugar para o outro.. Elas se movem e são muito raras, e extremamente incomuns, nós não conseguimos identificar o que estava causando essas anomalias."
 
 
Lago Vostok
 
O que ocorre nessa região é totalmente inexplicável, dando origem para vários tipos de teorias do que poderia causar essas estranhas anomalias. Algumas dessas teorias estão relacionadas a OVNIs, bases extraterrestres, e até talvez vestígios de uma civilização perdida.
 
Por incrível que pareça uma agência de segurança nacional praticamente proibiu qualquer pesquisa futura na área. Os motivos dessa atitude ainda são um grande mitério para os envolvidos no caso.