Poveglia é uma ilha dos Mortos

02/12/2014 17:08

Poveglia é uma ilha perto de Itália, que é tão perigosamente "assombrada" que o acesso público  não é permitido. A história dessa ilha é inspiradora de muitos filmes de terror e chega a ser pior que a ficção.

 

A ilha fica  situada entre Veneza e o Lido na Laguna de Veneza, ao norte da Itália

 

A história de horror da ilha se iniciou ainda na época romana, quando para lá eram enviados os doentes da peste. Posteriormente, no inicio do século 15, quando a Europa foi atingida novamente pela epidemia da Peste Negra, e a quantidade de corpos espalhados pelas ruas da cidade era muito grande e precisava ser eliminado, os italianos se lembraram da ilha e de seu antigo uso, e mandaram para lá os corpos dos mortos da nova peste.

 

Os corpos eram amontoados em uma cova e depois eram queimados. Mas essa solução parecia não bastar, pois eliminava-se os cadáveres, mas os doentes continuavam a contaminar o resto da população. Então passaram a mandar para a ilha qualquer pessoa que estivesse com os sintomas da Peste Negra, por mais duvidoso que fosse o sintoma. As pessoas eram jogadas vivas nas fogueiras da ilha de Poveglia, calcula-se que mais de 160.000 pessoas foram mortas na ilha, fora os milhares de corpos dos já mortos.

 

A quantidade de ossos espalhados pela ilha é tão grande, que não é raro que se veja nas praias, restos mortais humanos. Nem mesmo os pescadores se atrevem a pescar na região, devido aos ossos humanos que são "pescados" pelas redes.

Poveglia a ilha assombrada dos mortos

Poveglia a ilha assombrada dos mortos

Poveglia, a ilha que de longe aparenta um beleza peculiar, na verdade é um local de horror, medo e morte.

 

EM 1922 foi construído um sanatório na ilha que abrigava os piores doentes mentais, psicopatas e Serial- Killers atuantes na época. O diretor da clinica, que também não era uma pessoa muito boa, fazia experiências com os pacientes em busca da cura para suas doenças. Lobotomias, instrumentos de tortura e diversa imoralidades eram frequentes, aumentando ainda mais a agressividade e loucura dos internos..

 

Os doentes residentes na ilha relatavam que ouviam vozes e viam vultos, mas ninguém acreditava nos loucos, por motivos óbvios.. Um dia, o Diretor do hospício começou a ver também os tais vultos e a ouvir as misteriosas vozes. Seu desespero foi tamanho que ele subiu na torre e se jogou lá de cima, mas isso não o matou. De acordo com uma enfermeira que presenciou a cena, o médico não morreu na queda e sim durante o tempo em que se contorcia no chão e foi envolto por uma névoa que o sufocou. Até hoje se acredita que o espirito do doutor continua no local, torturando quem se atreve a entrar na ilha.

 

Desde a morte do diretor do santório a ilha está deserta. Chegou ser vendida em 1960, mas a família que comprou o local, passou somente uma noite na ilha. Foram embora no dia seguinte e nunca relataram o que viram. A única pista de que algo terrível aconteceu, é que a filha do casal precisou de 14 pontos para fechar um corte profundo em seu rosto.

 

 

Hoje, a ilha está de volta ao governo italiano que pretende vende-la, mas não tem compradores, embora exista um grupo de cidadãos italianos tentando arrematar a ilha. O grupo Poveglia per Tutti que possui mais de 8.300 fãs no Facebook.

 

Cova na ilha de Poveglia contendo milhares dos restos mortais das pessoas queimadas vivas durante o período da Peste Negra.

Cova a céu aberto na ilha de Poveglia mostra os ossos que restaram das pessoas que foram carbonizadas no local para impedir o alastramento da peste negra

 

Cova na ilha de Poveglia contendo milhares dos restos mortais das pessoas queimadas vivas durante o período da Peste Negra.

Mas quem realmente vai se aventurar nessa ilha. Bem, sempre tem louco para tudo nesse mundo. Algumas pessoas burlaram a vigilância policial e conseguiram entrar na ilha, mas disseram que jamis irão retornar ao local e não relatam os horrores que vivenciaram.

 

Fonte: Verdade Absoluta